Associação buscará patrocínio para ter ‘produção’ em feira

324
Publicidade

A AST (Associação dos Surdos de Tatuí) está em busca de patrocinadores. A presidente da entidade, Leonides Bertolacinni Rodrigues, a Tili Bertolaccini, quer apoio para que os surdos possam adquirir uma barraca.

O equipamento precisa ser comprado pela instituição até este mês e vai permitir que os assistidos possam vender produtos artesanais na feira da Praça da Matriz.

De acordo com a presidente, como a diretoria não está ativa há dois anos, a AST não conseguiu avançar na captação de recursos. Tili informou que os membros eleitos anteriormente não frequentam a instituição por motivos diversos.

“Não culpo as pessoas. Tem muita gente que começou, mas que trabalha em dois empregos. Eu, como sou aposentada, consigo ficar com mais tempo livre para atender os surdos, mas permaneci como a única atuante”, esclareceu.

Sem auxílio de equipe e atarefada com os acompanhamentos aos surdos, Tili pede a colaboração de empresários, comerciantes ou pessoas físicas para a compra da barraca. Ela será utilizada como ponto de exposição de produtos artesanais feitos pelos surdos, que passam por capacitação.

Publicidade

Os deficientes aprendem a confeccionar itens a partir de cursos, como os oferecidos pelo Fusstat (Fundo Social de Solidariedade de Tatuí).

Como muitos deles andavam pelas ruas para tentar comercializá-los, a entidade pleiteou uma vaga na Feira de Artesanato Capital da Música, realizada aos finais de semana na Praça da Matriz. O evento reúne doces e suvenires.

“Nós ganhamos um espaço para que os surdos que fazem trabalhos manuais possam vendê-los. Entretanto, precisamos de uma barraca”, enfatizou Tili.

De acordo com ela, a AST precisa angariar, no total, R$ 750 para comprar o equipamento. Até o momento, a associação havia conseguido R$ 150. O grupo precisa do recurso até o dia 9, quando estreará na feira de artesanato.

Para colaborar com a iniciativa, basta entrar em contato pelo telefone 99710-2486.

Publicidade