Ariston França defende cinturão tailandês

Luta acontece no dia 17, na cidade de Piracicaba, tendo como adversário Zion Silva

Ariston França exibe cinturão conquistado na Tailândia (Foto: Divulgação)
Da reportagem

O lutador de Tatuí Ariston França defende no próximo dia 17, sábado, na cidade de Piracicaba, o cinturão tailandês de muay thai conquistado por ele no ano de 2022.

O objeto, confeccionado pelo mestre Pairojnoi, na Tailândia, segundo ele, é “muito desejado” pelos atletas, por ser o único entregue para atletas da categoria 67 quilos. A posse foi garantida em um nocaute contra o atleta Luiz Henrique Favoreto.

Agora, ele tenta defender o título contra Zion Silva, atleta da academia Steel Team, de São Paulo. Ele contou ser a primeira vez que enfrentará o oponente e avalia o confronto como uma “grande luta”.

“O Zion é um adversário experiente, e tenho certeza de que faremos um grande espetáculo”, reforçou. O atleta contou que, além da disputa pelo cinturão, os alunos da academia que leva o nome dele também lutarão nesse mesmo dia.

“Gostaria de convidar a todos para torcerem por mim e pelos atletas da Ariston França Team, para que possamos trazer mais essas vitórias para nossa querida Tatuí”, conclamou.

França informou aos interessados em acompanhar a luta ao vivo que ele fretará um ônibus no dia da competição. Os ingressos estão sendo vendidos a custo de R$ 50, no CT Ariston França, localizado na rua Jerônimo Antônio Fiuza, 42, no centro. Informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 99629-0380.

Carreira

O atleta contou ter iniciado a carreira aos 16 anos, quando decidiu ser lutador de MMA. Para ir em busca desse sonho, começou a viajar, segundo ele, para adquirir cada vez mais conhecimento e treinamentos específicos para que pudesse competir pela modalidade.

A estreia, entretanto, aconteceu em 2010, no “Bolivian Top Fighters”, em Cochabamba, na Bolívia. E, de lá para cá, foram títulos conquistados, entre eles: campeão brasileiro de sambo, campeão pelo paulista de kickboxing e paulista de muay thai.

Ainda, foi campeão em lutas pelo MMA no Brasil, Bolívia, Egito, Estados Unidos e Lituânia. Atualmente, ele atua pela modalidade muay thai.

Sobre a vida de atleta, França reconhece não ser fácil. No entanto, disse dedicar-se ao máximo nos treinos para, nos confrontos, poder se dedicar ao objetivo pelo qual coloca o aprendizado na prática.

“Às vezes, dá certo; outras, não. Mas, quem vive nessa atmosfera sabe que, independentemente do resultado da luta, estar ali em combate é uma experiência única”, ressaltou.

A paixão pelo esporte fez dele um incentivador de novos atletas. Em razão disso, montou em Tatuí um centro de treinamento, o qual avalia ser um dos mais completos da cidade e região.

“Lá, temos área para treinamento técnico, ringue e octógono para simular os combates e, também, área para preparação física. Tudo para tornar a experiência de treinamento o mais profissional possível, até mesmo para pessoas que praticam apenas por hobbie. Isso faz com que os alunos se desenvolvam cada vez mais”, esclareceu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui