Acusado de bater na esposa e filha é espancado por grupo

1388
Da redação

Um homem de 36 anos acabou detido, na terça-feira, 10, acusado de ter agredido a esposa, de 41 anos, e a filha, de 17, na vila São Cristóvão. Um grupo de pessoas teria flagrado as agressões e espancou o acusado antes da chegada da Guarda Civil Municipal no local.

De acordo com a GCM, uma equipe foi acionada, via Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), após uma agente de trânsito ter presenciado uma briga generalizada na rua Luís de Camargo Barros.

Quando os agentes chegaram ao local, segundo a GCM, uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) já estava prestando os primeiros atendimentos no homem, porém, ele se recusou a ser encaminhado ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”.

Conforme a GCM, a filha do sujeito e uma jovem de 19 anos apresentaram-se como vítimas. Elas disseram ter tentado separar uma briga do casal, porém, a filha, afirmando estar grávida, teria sido atingida com um chute na barriga. A outra jovem disse ter sido atingida com uma faca, porém, o objeto não foi encontrado.

Segundo o boletim de ocorrência, após o sujeito deixar a penitenciária já por crime de violência doméstica, a Polícia Militar estivera três vezes no imóvel do casal. Segundo a vítima, ela não aceita o homem na casa, mas ele não deixa o local, além de ser usuário de drogas e álcool.

Posteriormente, todos os envolvidos foram levados ao PS, porém, novamente o suspeito se recusou a ser atendido pelo médico plantonista. No plantão policial, a vítima confirmou as agressões e solicitou medida protetiva de urgência.

O acusado recebeu voz de prisão em flagrante, sem possibilidade de fiança, ficando à disposição da Justiça para responder por lesão corporal, resistência, dano e ameaça. O grupo que o espancou será investigado por tentativa de homicídio.