81% têm medo ou receio de de contágio pelo Covid-19

205
Publicidade
Da redação

Nesta semana, a enquete promovida pelo jornal O Progresso em seu site de notícias (www.oprogressodetatui.com.br) apontou que 81% da população têm medo ou receio de serem infectados pelo coronavírus.

Conforme as opções assinaladas na pesquisa, questionando como os internautas se sentem quanto à possibilidade de contágio do Covid-19: 42% têm receio; 39%, medo, 9%, indiferença; 6%, pânico; e 3% afirmaram que o vírus “não existe”.

Conforme informado pela Vigilância Epidemiológica, é imprescindível que a população se conscientize para ajudar no combate à doença.

Caso contrário, se as pessoas não evitarem o convívio social (ou seja, caso insistam em sair às ruas), o número de casos na cidade poderia chegar a até 18 mil, no pico do contágio.

Respeitando os decretos assinados pelo governador João Doria e pela prefeita Maria José Vieira de Camargo, determinando a adoção do regime de quarentena de 24 de março a 7 de abril, os serviços não essenciais de Tatuí estão com as atividades suspensas.

Publicidade

No entanto, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, pede o fim ou flexibilização da medida adotada nas principais cidades do mundo e apoiada por médicos, cientistas e entidades, como a OMS (Organização Mundial da Saúde). Ele sustenta que isso seria necessário para não prejudicar ainda mais a atividade econômica no país.

Em função disso, a enquete questiona: “Você é a favor de a população que não atua em serviços “essenciais” se manter em quarentena domiciliar para evitar contágio pelo coronavírus?”.

A pergunta pode ser respondida, a partir deste sábado, 22, com “sim” ou “não”. A votação se encerra na primeira sexta-feira de abril, 3, às 16h30, com publicação do resultado na edição do dia 5.

Publicidade