1ª Feira de Empreendedoras de Tatuí acontece na Praça da Matriz

Organizada pelo projeto “Mulheres Cristãs”, ação ocorre entre 8 e 10 de março

Projeto MCE permite a troca de experiências entre empreendedoras (Foto: Divulgação)
Da reportagem

Entre os dias 8 e 10 de março, a Praça da Matriz sediará, de forma inédita, a 1ª Feira de Mulheres Empreendedoras de Tatuí. A iniciativa, segundo a organização, visa homenagear as mulheres pelo dia internacional dedicado a elas – celebrado em 8 de março -, “acentuando a importância do papel feminino no empreendedorismo”.

O evento é realizado pelo projeto Mulheres Cristãs Empreendedoras (MCE), sob a liderança da empresária Joslaine da Silva Moura (“Jô Moura”), junto a uma comissão organizadora, coordenada pela vereadora Micheli Tosta Gibin Vaz.

A feira ainda tem apoio da prefeitura, por meio das Secretarias de Esporte, Cultura, Turismo e Lazer e da dos Direitos Humanos, Família e Cidadania, além do Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (Fusstat).

Jô contou que, desde o início do projeto MCE, ela tinha como desejo implantar um projeto voltado exclusivamente para mulheres empreendedoras, visando apoiá-las, incentivá-las e, também, orientá-las por meio de palestras e rodadas de negócios.

Ocorrida em abril de 2022, a empresária lembrou que, na primeira reunião do grupo, compareceram apenas 30 mulheres. No entanto, o número foi crescendo gradativamente e, atualmente, o MCE reúne, a cada dois meses, 200 participantes. E acentua que já passaram pelos eventos mais de 1.500 participantes.

“Esse aumento notável nos fez considerar a necessidade de promover uma feira. Foi então que procurei a vereadora Micheli Vaz com a ideia, e ela prontamente me apresentou ao prefeito Miguel (Lopes Cardoso Júnior), que, compreendendo o nosso propósito, não hesitou em apoiar o projeto”, declarou.

De acordo com ela, a troca de experiências por meio de uma feira permite que as empreendedoras ampliem as redes de contatos, possibilitando parcerias comerciais, colaborações e oportunidades de negócios.

Além disso, observou que, ao interagir com outras empreendedoras, “elas podem aprender com as experiências, erros e sucessos umas das outras”.

“O contato com outras empreendedoras bem-sucedidas pode inspirar e motivar aquelas que estão começando ou enfrentando desafios nos negócios”, salientou. Jô reconhece as dificuldades enfrentadas por mulheres empreendedoras e atribui o acúmulo de funções como uma das causas.

“Em muitos contextos, as mulheres enfrentam desafios extras ao empreender, devido à desigualdade de gênero, como acesso limitado a financiamento, preconceitos, responsabilidades familiares desproporcionais e falta de redes de apoio”, enumerou.

“No entanto, muitas mulheres empreendedoras superam esses obstáculos com resiliência, determinação e apoio mútuo”, ressaltou. Ela disse esperar que a feira se torne um evento “emblemático” em Tatuí, “integrando-se ao calendário oficial de atividades da cidade”, concluiu.

Feira

Serão disponibilizados 60 estandes, entre patrocinadoras e expositoras nos ramos de artesanato, decoração, beleza e estética, cosméticos, moda, artigos femininos, alimentação, saúde e prestação de serviço, entre outros negócios.

A feira tem como foco atender empreendedoras de Tatuí, no entanto, serão abertas cinco vagas a convidadas com empresas sediadas em outras cidades. A empresa interessada, entretanto, deve ter como proprietária ou ser gerenciada por uma mulher.

Para participar da feira, é necessário se inscrever até a quinta-feira, 15. Os formulários precisam ser entregues presencialmente no Sebrae Aqui, situado no Pátio Vivaz, à rua Teófilo Andrade Gama, 1.328, no Jardim. Rosa Garcia, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 13h e das 14h às 19h; ou na Associação Comercial e Empresarial de Tatuí (ACE), à rua 15 de Novembro, 491, 1º andar, no centro, de segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 17h.

De acordo com o regulamento, para participarem do evento, as empreendedoras devem pagar taxa conforme a dimensão do estande. Para os de seis metros quadrados, o valor é R$ 1.000, com direito a duas camisetas; já para os de três metros quadrados, o custo é de R$ 1.300, também com direito a duas camisetas, as quais serão obrigatoriamente usadas como uniforme nos dias de evento.

Todos os estandes terão direito a montagem básica, testeira e energia. As inscrições aprovadas pela comissão organizadora deverão recolher as taxas de participação após a homologação do resultado, o qual será divulgado dia 19, em um evento do projeto.

No dia seguinte, 20, será divulgada a lista oficial das expositoras no perfil oficial do Instagram @fme.mulheresempreendedoras e no @projetomceoficial.

Para estarem aptas a participarem, as empreendedoras terão de preencher alguns critérios, os quais valerão como pontuação extra. Quem possui estabelecimento comercial aberto ao público soma dez pontos; empresa com CNPJ ativo há mais de cinco anos, dez; registro com menos de três anos, cinco pontos; e entre um e dois anos, três pontos.

As empresas que já participaram de alguma edição do projeto MCE somam dez pontos. E as que já participaram de outras feira e exposições de negócios municipal, estadual ou nacional, mediante apresentação do certificado de participação (se necessário), terão somados mais cinco pontos.

E, por fim, para quem tiver certificados referentes à capacitação em cursos ou oficinas, voltados ao empreendedorismo, administração, gestão de negócios ou áreas similares aos ramos de negócio da empreendedora, haverá soma de cinco pontos.

Além disso, o documento de comprovação deve constar a carga horária mínima de três horas e estar no nome da proprietária, sócia ou funcionária devidamente registrada na empresa. A ficha de inscrição e regulamento podem ser acessados por meio da página: https://drive.google.com/file/d/1yOJxj4ON8mPhO6qo7p1Fs-gBNdFljmPn/view. Aos leitores da versão impressa, o link está disponível no site do jornal, no endereço: www.oprogressodetatui.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui