16% buscaram atendimentos por transtornos pela pandemia

83
Publicidade
Da redação

A enquete realizada nesta semana pelo jornal O Progresso, em seu portal de notícias (www.oprogressodetatui.com.br), apurou que uma parcela dos tatuianos já buscou atendimento psicológico em decorrência de transtornos gerados pela pandemia.

Entre os votantes, 84% afirmaram não ter buscado qualquer tipo de atendimento psicológico por eventuais transtornos provocados pelo período pandêmico, enquanto os outros 16% sinalizaram ter procurado ajuda profissional.

A questão foi levantada porque, de acordo com a psicóloga Lucimara Rosa Ribeiro de Paula, a equipe de psicologia hospitalar da Santa Casa de Misericórdia foi reforçada, nos últimos meses, para dar atendimento a profissionais, pacientes, familiares e consultorias para a humanização da saúde.

Nesta semana, o bissemanário aborda o ranking 2021 da Abes (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental), divulgado na terça-feira, 15. O ranking aponta que Tatuí está perto de atingir a nota máxima na universalização do saneamento básico.

Conforme o levantamento, a cidade obteve 492,48 pontos e passou a ocupar a 33ª posição em uma lista com 37 cidades brasileiras de grande porte (com mais de 100 mil habitantes) na categoria “Rumo à Universalização” (reportagem nesta edição).

Publicidade

Assim, a enquete pergunta: “Como você avalia os serviços relacionados ao saneamento básico em Tatuí?”.

A questão pode ser respondida, a partir deste sábado, 19, com as opções “bom, “satisfatório” e “insatisfatório”, até a próxima sexta-feira, 25, às 16h30, com publicação do resultado na edição do dia 27.

Publicidade