Notas policiais

618
Publicidade
  • Aposentado sofre extorsão no interior de agência bancária

Um aposentado de 69 anos foi vítima de extorsão na manhã de domingo, 15. O idoso estava dentro de uma agência bancária, na região central, quando foi abordado por desconhecidos.

Segundo relatado na Polícia Civil, o aposentado foi à agência para verificar o saldo bancário. Nesse momento, teria sido abordada por um “homem branco, de 1,73 metro de altura, trajando bermuda bege e camiseta”, dizendo: “O senhor faça tudo que eu mandar”.

Conforme o boletim de ocorrência, o desconhecido fazia a transação bancária e ordenava à vítima que colocasse o dedo no compartimento da impressão digital. O aposentado obedeceu às exigências por algumas vezes, pois se sentiu ameaçado.

Ainda de acordo com o boletim, após o ocorrido, o idoso retirou o extrato da conta bancária, notando a realização de um empréstimo no valor de R$ 560,16 e um resgate de aplicação de R$ 2.206. Ao deixar a agência, o indivíduo disse ao parceiro dele – que estava atrás da vítima – que “colocasse na conta da Bahia”.


  • Furto ‘instantâneo’ ocorre em ponto de transporte coletivo

Um ajudante de pedreiro de 22 anos teve a carteira e o celular furtados enquanto aguardava um transporte coletivo em um ponto de ônibus no Jardim Santa Rita de Cássia. O crime aconteceu “rapidamente”, na noite de quinta-feira, 12.

Publicidade

Conforme o BO, por volta das 20h20, o jovem estava com a mãe dele no ponto, onde havia várias pessoas. O ajudante decidiu tirar a blusa que usava e retirou da vestimenta a carteira e o celular, colocando-os no banco.

Ao retirá-la, a vítima foi pegar os objetos, mas eles teriam sumido. O celular é da marca Samsung e modelo J2 Core e, dentro da carteira, estavam RG e R$ 7.


  • Jovem tem motocicleta levada enquanto era autuado na DP

Um estoquista de 24 anos teve a motocicleta furtada enquanto era autuado na Delegacia Policial. A vítima era acusada de estar pichando dois imóveis comerciais na região central quando o veículo foi levado. O caso aconteceu na madrugada de domingo, 15.

Conforme o boletim de ocorrência, o estoquista e mais três jovens – um menor de idade – foram apresentados pela Guarda Civil Municipal ao plantão policial, no início da madrugada, acusados de pichar símbolos e desenhos em portas de comércios e muros.

Segundo a GCM, o grupo foi abordado e uma lata de spray, encontrada em poder do estoquista. Encaminhados à Central de Flagrantes, os quatro jovens negaram o ato e, posteriormente, o adolescente foi entregue ao responsável legal e os outros três acabaram liberados.

Duas horas depois, o estoquista voltou à Delegacia Policial, afirmando que, ao retornar à rua Coronel Bento Pires, a motocicleta dele (marca Honda e modelo CG 150 Titan KS) não estava no local onde a estacionara.


  • PM ‘pega’ três indivíduos em única rua em quase 48 horas

A Polícia Militar apreendeu dois adolescentes, acusados de tráfico de drogas, e deteve um jovem de 18 anos, suspeito de furto, no sábado, 14, e na segunda-feira, 16, respectivamente. Ambos os casos aconteceram na rua Doutor José Afonso Tricta, na vila Esperança.

Conforme a PM, durante patrulhamento na manhã do sábado, dois indivíduos foram avistados em “atitude suspeita”. Durante abordagem, foram encontrados R$ 50, com o menino de 15 anos e um celular em poder do adolescente de 16.

Segundo a polícia, em buscas em uma garagem próxima a eles, havia 60 pedras de crack. Os adolescentes teriam confessado a prática do tráfico e informado que cada unidade era vendida por R$ 10.

De acordo com o boletim de ocorrência, os dois menores foram conduzidos ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, na sequência, ao plantão policial. No local, foi determinada a apreensão dos adolescentes.

Dois dias depois, os policiais foram informados de um furto em um estabelecimento comercial, situado na área central, durante a madrugada. No local, teriam sido subtraídos diversas peças de roupas, calçados, uma pistola de pressão e cerca de R$ 70.

Segundo a PM, pela manhã, durante uma averiguação de tráfico de drogas na rua José Afonso Tricta, os agentes abordaram um indivíduo trajando uma camiseta e bermuda ainda com etiquetas e R$ 44,10. Indagado, o jovem deu diversas versões, informando que as adquirira de um desconhecido, por R$ 30.

Conforme o boletim, o proprietário da loja furtada reconheceu as peças de roupa e os demais produtos subtraídos foram apreendidos e entregues. O indivíduo, identificado como Fabiano Nogueira Júnior, 18, recebeu voz de prisão e permaneceu à disposição da Justiça.

Publicidade