Zoomlion anuncia fábrica em Indaiatuba

424
Publicidade





Líder mundial na fabricação de equipamentos para concreto, a Zoomlion Cifa anunciou, no mês passado, o início das operações de sua subsidiária brasileira. No dia 5 de setembro, a empresa promoveu evento para divulgar, oficialmente, que está prestes a inaugurar a primeira fábrica na América Latina.

Conforme repercutido pela Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade – Investe São Paulo, a planta fica na cidade de Indaiatuba, distante aproximadamente 110 quilômetros de São Paulo.

Serão 12 mil metros quadrados de área construída, com capacidade de produção para 1.200 equipamentos por ano.

Participaram do evento, promovido pela empresa, o vice-presidente da Zoomlion Group, Chaucer P.L. Chen; o diretor comercial “overseas”, Patrick Hei; o CEO da Zoomlion Brasil Equipamentos para Concreto, Marcelo Antonelli; o diretor de operações da Zoomlion Cifa, Alberto Dumas; e o cônsul comercial do Consulado da República Popular da China em São Paulo, Li Haitong.

Publicidade

Na oportunidade, estiveram presentes, também, profissionais renomados do setor da construção. Entre eles, o presidente da Sobratema (Associação de Tecnologia para a Construção e Mineração), Afonso Mamede, e o presidente da Abesc (Associação Brasileira de Empresas de Serviço de Concretagem), Arcindo Vaquero.

Na nova planta da Zoomlion Cifa, que deve iniciar as operações até dezembro deste ano, serão fabricadas, primeiramente, betoneiras de 8 e 10 m³.

Porém, a proposta é estender em pouco tempo a linha de produtos, fabricando também usinas dosadoras e misturadoras, autobombas e bombas lanças, que possibilitarão o Finame (Financiamento de Máquinas e Equipamentos).

A primeira fábrica da Zoomlion Cifa no país está sendo construída em área de 22 mil metros quadrados de terreno e abrigará o centro de distribuição de peças para todas as linhas de equipamentos da Zoomlion Brasil.

Também contará com centro de formação (montado pelo Senai – Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), treinamento de operadores (via Abesc) e local de testes das máquinas, “showroom” e área administrativa.

Segundo informou Antonelli à Investe São Paulo, a escolha de Indaiatuba para iniciar a operação deve-se à “grande versatilidade de logística que o município oferece”.

“A cidade está a 15 quilômetros do aeroporto de Viracopos, a 140 quilômetros do porto de Santos e tem ótimas estradas que cruzam o Estado de São Paulo”, afirmou o executivo.

A planta ainda possui área de 2.400 metros quadrados para teste hidráulico e estrutural para equipamentos de grande porte.

Comercializará mais de 220 equipamentos. Entre eles, máquinas utilizadas em grandes projetos, como o do metrô da linha 4 de São Paulo, o estádio “Fonte Nova”, de Salvador, e a “Barragem de Estreito”, no Estado do Maranhão.

A Zoomlion Cifa é líder mundial na fabricação de equipamentos para concreto e a segunda maior em equipamentos para construção civil na China.

A empresa iniciou as atividades em território chinês na década de 50, como centro de pesquisa e desenvolvimento na área da indústria hidráulica mecânica, mantendo a essência da aplicação de tecnologia na construção de equipamentos de ponta: “robustos, de alta produtividade, soluções inovadoras, duráveis, econômicos e com baixo custo de manutenção”, conforme anuncia.

A Zoomlion Cifa disponibiliza, aos clientes brasileiros, mão de obra própria especializada, com equipes qualificadas, serviço de pós-venda, estoque de peças na própria fábrica e um centro de formação e treinamento de operadores.

Além disso, conta com escritório comercial em Barueri, “oferecendo aos clientes todo tipo de suporte ou informação”.

Em 2012, a empresa iniciou negociações com Tatuí, para a instalação de uma planta. Representantes da gigante chinesa assinaram, no final do ano passado, protocolo de intenções com o município e adquiriram terreno ao lado da Noma do Brasil Ltda., à margem da rodovia Antônio Romano Schincariol (SP-127).

A construção da unidade no município, entretanto, dependeria da implantação de um dispositivo de acesso (viaduto) na altura do novo fórum da comarca.

Em agosto deste ano, o prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, fez a solicitação da obra viária ao governador do Estado, Geraldo Alckmin.

A assessoria de comunicação da Prefeitura informou que a unidade em Indaiatuba será responsável pela produção de máquinas vinculadas à produção de cimento, mas que aquele “braço virá a Tatuí quando a fábrica for construída”. Destacou, ainda, que o prédio em Indaiatuba seria, inclusive, alugado.


Publicidade