Viver o Presente!

335
RAUL VALLERINE

Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.

Charles Chaplin

 

Nossa vida passa num piscar de olhos, e quando percebemos, já estamos maduros e repetindo padrões que nos foram ensinados.

A grande maioria de nós ou passa a vida sofrendo pelo passado, ou planejando o futuro, e exatamente por isso sugiro a seguinte reflexão: “onde está o presente?”.

É no presente que construímos o passado e executamos o que futuramente nos renderá frutos, e porque será que realmente não oferecemos o devido valor ao tempo mais valioso que temos? Porque não pensamos na felicidade agora? Em viver o hoje?

Muitas vezes nossos dias se tornam automáticos: acordamos, tomamos banho, tomamos café da manhã, vamos trabalhar, voltamos, jantamos e dormimos.

E por consequência, é muito comum terminar o dia com uma sensação de vazio; terminamos todas as nossas tarefas e no momento de dormir só pensamos que não estamos satisfeitos com a nossa vida.

Se você pensa que este é apenas mais um dia na sua vida, você se engana, não é apenas mais um dia, é o único dia que você recebeu o hoje; a vida está lhe dando esse dia, é um presente, é tudo que você tem aqui e agora, e a única resposta adequada a esse presente é aproveitá-lo, agradecê-lo, em uma palavra, vivê-lo.

Nossa mente gasta em torno de 70% do seu tempo reproduzindo memórias e criando cenários de “momentos perfeitos”, portanto estamos vivendo o nosso presente em apenas 30% do nosso tempo.

O ruim não é que investimos tão pouco tempo em viver o nosso presente, mas sim que muita gente nunca consegue viver no agora.

É comum as pessoas dizerem: Serei feliz quando eu conseguir me aposentar do trabalho, quando conseguir chegar à minha meta eu serei feliz, quando eu tiver um dia para descansar poderei ser feliz.

Muitas pessoas colocam para si mesmas condições para a sua felicidade. Nunca deveríamos pensar na felicidade como uma meta, quando esta pode perfeitamente estar em todo o caminho.

A felicidade como uma meta dura apenas um momento ou alguns poucos minutos e não mais que isso, mas a felicidade no caminho durará toda a sua vida.

O segredo da felicidade consiste em abrir os olhos a todas essas coisas que acontecem em nosso presente, no agora. Você acha que nunca acontece nada de bom ou de interessante?

Não é que nunca acontece nada, é que não há momentos iguais; observe bem e você verá que todos os dias são únicos, novos e especiais.

Nada nesta vida se repete, de tal modo que não deve importar mais o seu passado ou a incerteza do seu futuro, não deveria importar o futuro, pois ainda não existe. A única coisa da qual podemos ter certeza é do nosso agora.

Este dia de hoje é a única coisa que temos como certa. Aprenda a colocar plena atenção em tudo que você fizer momento a momento. Aproveite-o, viva o seu dia de forma consciente, acordado e atento.

Dedique-se a cultivar essa reação ao grande presente que é este dia único, e aprenda a vivê-lo como se fosse o primeiro e o último da sua vida.

Lembre-se, em algum lugar do mundo, alguém está lutando para conseguir tudo o que você tem.

Agradeça desfrutando dessa enorme quantidade de presentes que a vida lhe deu hoje, abra o seu coração a todas essas bênçãos e deixe que a felicidade flua na sua vida, simplesmente porque você pode enxergar, sorrir, tocar, simplesmente porque você está vivo e então, realmente será o melhor dia da sua vida.

Agora reflita: Qual a sua essência? Quais as escolhas que você quer fazer hoje? E lembre-se: Vivendo o presente, tanto o passado quanto o futuro, se tornam apenas consequências das escolhas que você fez, hoje.