Vagas para Casamento Comunitário do Fusstat esgotam antes do prazo

469
Publicidade
Da reportagem

As inscrições para a segunda edição do Casamento Comunitário 2020, promovido pelo Fusstat (Fundo Social de Solidariedade), superaram as expectativas da entidade. Foram abertas 50 vagas, mas, em menos de 15 dias, 60 casais se inscrevem, conforme informado pela presidente do Fusstat, Sônia Maria Ribeiro da Silva.

O período de inscrições foi aberto no dia 1º de outubro e iria até 30 de novembro. “Mais de cem casais já procuraram a entidade e, infelizmente, não temos como inscrever mais pessoas. Já temos dez casais na fila de espera”, contou a presidente.

De acordo com Sônia, 50 casais devem oficializar a união no próximo ano. O casamento será realizado na Associação Atlética XI de Agosto, dia 30 de maio, reunindo noivos, familiares, autoridades e convidados em solenidade ecumênica celebrada por um representante da Igreja Católica e um pastor.

“É um evento muito grande e, para realizá-lo, a entidade conta com parcerias que envolveram voluntários, comerciantes e fornecedores locais. Por isso, fica difícil aumentar o número de casais. É uma pena, mas não vamos conseguir atender mais de 50”, argumentou a presidente.

Segundo Sônia, é intenção da entidade é “realizar o sonho das pessoas menos favorecidas e que nunca tiveram a oportunidade de casar devido às taxas de cartório e despesas de uma cerimônia”.

Publicidade

“Queremos fortalecer os laços matrimoniais, valorizar a família e realizar a sonho dos casais que ainda não conseguiram oficializar a união. Este é o maior objetivo deste evento”, completou.

A edição 2020 do Casamento Comunitário está sendo preparada desde o ano passado, quando a equipe iniciou o planejamento. Em janeiro deste ano, os patrocinadores já começaram a receber as propostas e, em janeiro de 2020, terão início as cerimônias em união civil.

“Durante todo o ano, estamos nos programando, fazendo mais bazar e buscando arrecadar o máximo possível. É um evento que envolve muitas despesas também. Por isso, optamos por não realizar a cerimônia em 2019 e nos prepararmos para 2020”, enfatizou a presidente.

Ela afirmou que, a exemplo da primeira edição, os noivos não terão nenhum tipo de gasto. O cerimonial oferecerá toda a estrutura, que inclui decoração do espaço para a solenidade, alianças, vestuário dos noivos, maquiagem, cabelo, manicure e pedicure das noivas.

Segundo Sônia, com a colaboração de empresas locais, será possível realizar toda a cerimônia. A entidade deve arcar apenas com as despesas da decoração. Entre os patrocinadores oficiais, já confirmados para a segunda edição: Edson Estilista, Cartório de Registro Civil e Óticas Peixoto.

“O Edson Estilista vai dar todos os vestidos e ternos dos noivos, a ótica vai doar todas as alianças e o cartório não vai cobrar as taxas para o casamento civil. Além disso, vamos dar brindes com a ajuda de outras empresas parceiras”, mencionou Sônia.

A organização ainda planeja que cada um dos casais receba um bolo para poder levar para casa e comemorar com a família de forma particular – como foi feito em 2018.

“Sempre digo que sonho que se sonha junto é sonho realizado. Cada um dando um pouquinho, vamos conseguir realizar o sonho de 50 casais, e eles vão ficar muito felizes”, concluiu Sônia.

Publicidade