UBSs ganham câmara imunobiológica para conservar as vacinas

296
Publicidade





No dia 24, sábado passado, a Secretaria Municipal da Saúde recebeu sete novas câmaras imunobiológicas – espécie de refrigeradores que servem para acondicionar e conservar vacinas.

A conquista é fruto de parceria entre a Prefeitura e o governo federal e teve investimento de R$ 47,6 mil.

Os novos equipamentos irão substituir “com maior qualidade” as geladeiras convencionais utilizadas anteriormente, já que são apropriados para conservação e não sofrem variações de temperatura.

A meta, ao longo dos próximos anos, é promover a substituição em toda a rede pública municipal de saúde. As primeiras UBSs (unidades básicas de saúde) que receberam as câmaras são as do centro, vila Doutor Laurindo, São Cristóvão e Valinho, além da sede da Vigilância Epidemiológica, que ganhou três novos equipamentos para resfriamento.

Publicidade

A coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Marilu Rodrigues da Costa, explica que esse era um “projeto antigo da unidade que começa a ser efetivado, a partir da nova administração do município e da própria secretaria”.

“As vacinas são componentes muito caros e importantes, precisam ter atenção especial, e sua conservação é fundamental no processo de imunização de nossa população contra diversas doenças. As novas câmaras são equipamentos importantes e fundamentais”, argumentou.

O prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, e o secretário municipal da Saúde, José Luiz Barusso, participaram da entrega, que aconteceu em meio à abertura da campanha de atualização de vacinas – o chamado Dia D –, em especial para crianças com idade até cinco anos.

Justamente no sábado, 2.220 crianças compareceram aos postos de saúde para atualizar as respectivas carteiras de vacinação. Entre elas, 837 estavam com alguma vacina em atraso. A campanha seguiria até sexta-feira, 30, em todas as unidades básicas de saúde.


Publicidade