Tatuí se mobiliza em ajuda a desabrigados do Rio Grande do Sul

Doações podem ser feitas no comércio, Correios, Câmara, Lions e Poupatempo

Voluntários do Lions Clube trabalham na separação de donativos (Foto: Divulgação)
Da redação

Tatuí está se mobilizando em ajuda humanitária às vítimas dos temporais no Rio Grande do Sul. Algumas entidades assistenciais realizam arrecadação de donativos para serem enviados nos próximos dias às cidades atingidas.

O Lions Clube, em parceria com a Câmara Municipal e o Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (Fusstat), está aceitando doações. No Legislativo, elas podem ser entregues até esta quinta-feira, 9, das 9h às 16h. Lá, devem ser levados: roupa de cama, cobertores, água potável, ração animal e cestas básicas fechadas.

De acordo com o Lions, um segundo caminhão com as arrecadações segue para o Sul no final do dia desta quinta-feira. A primeira viagem, para a cidade de Santa Cruz do Sul, aconteceu na segunda-feira, 6.

A Câmara fica localizada na avenida Cônego João Clímaco, 226 (avenida das Mangueiras). Já o Lions está na rua 7 de Setembro, 735, no bairro Doutor Laurindo.

O Fundo Social e a Defesa Civil do estado de São Paulo estão arrecadando itens de limpeza e higiene pessoal, que podem ser entregues no Poupatempo. Entre as listas de produtos prioritários, estão: água, água sanitária, balde, desinfetante, detergente, sabão em pó, escova para lavar, esponja para limpeza, esponja de aço, limpador multiuso, luva de látex, pano de chão, rodo, sabão em barra, sacos de lixo, saponáceo, vassoura, aparelho de barbear, creme dental, escova de dente, fio dental, sabonete, xampu e condicionador.

As doações podem ser feitas de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h, às 13h, na avenida Cel. Firmo Vieira de Camargo, 135.

Os Correios também estão recolhendo donativos. De acordo com a Defesa Civil estadual, são necessárias doações de alimentos não perecíveis da cesta básica, produtos de higiene pessoal, material de higiene seco e itens de vestuário.

Ainda, o órgão irá doar encomendas cujas tentativas de entrega aos destinatários ultrapassaram o prazo de 90 dias para reclamação, conforme previsto no Código de Defesa do Consumidor, e não foram procuradas pelos destinatários e remetentes. Neste caso, os desabrigados dos municípios gaúchos receberão itens de vestuário e utensílios domésticos.

Comércio

Diversas lojas do comércio local se disponibilizaram a receber as doações. De acordo com a lista divulgada pela prefeitura, a população pode entregar os donativos nas lojas da rede Caetano (todas), RTL Rolamentos (na rua 11 de Agosto, 2.070), supermercado Conquista (Oscar Chagas, 254, vila Angélica), CCR Comércio de Cereais Rodrigues (rodovia Gladys Bernardes Minhoto, km 40,5) e na Tatuí Vidros e Esquadrias (João Antônio da Fonseca, 120, Dr. Laurindo).

Ainda estão recebendo as doações: Tapemag (11 de Agosto, 1.041, no centro), Auto Mecânica Campos e Campos (avenida Senador Laurindo Minhoto, 732, Dr. Laurindo), Agiliza Engenharia (Chiquinha Rodrigues, 1.320, Dr. Laurindo), RFV Materiais Elétricos e Hidráulicos (11 de Agosto, 3.400), Animed (Prof. Francisco Pereira de Almeida, 380 – em frente ao asilo), Zaith (11 de Agosto, 457), Consil Imobiliária (Chiquinha Rodrigues, 1.400), Laser Som/Serauto (11 de Agosto, 1.279), Vem do Sítio (Cruzeiro, 136) e Marmoraria 15 (15 de Novembro, 1.645).

Na capital gaúcha, o nível do rio Guaíba já havia superado a cota de inundação, atingindo, na manhã de domingo, 5, 5,3 metros.

Conforme o Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH), o nível do rio na cidade de Porto Alegre deve se manter acima do limite para inundação, que é de três metros, e permanecer em cerca de quatro metros pelos próximos dez dias.

Na sexta-feira, 3, o Guaíba já havia ultrapassado a marca histórica de 4,76 metros, registrada no ano de 1941, a maior da história da capital. Em razão disso, ruas, casas e estabelecimentos ficaram alagados e até submersos em algumas regiões.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui