Tatuí registra 1ª morte por Covid-19 após passar 38 dias sem vítima fatal

Vigilância Epidemiológica confirma 31 casos de contaminação em 7 dias

113
Publicidade
Da redação

Nos sete dias recentes, entre sábado passado, 11 e esta sexta-feira, 17, o balanço semanal da Covid-19 em Tatuí apresentou o sexto crescimento consecutivo no número de contaminações. A Vigilância Epidemiológica confirmou 31 casos positivos e uma morte pela doença no período.

Em comparação ao anterior (4 a 10 de dezembro), quando a VE registrou 28 exames positivos, houve aumento de 10,71%. Durante o período, o município somou 290 notificações da doença, confirmou 31 e descartou 262.

Na sexta-feira, 17, a Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria Municipal de Saúde, completaria cinco semanas consecutivas sem notificação de morte pela doença, contudo, acabou registrando um óbito confirmado e um suspeito.

O óbito confirmado é de um homem de 65 anos, que estava internado na UTI da Santa Casa de Tatuí e faleceu na quinta-feira, 16, às 11h45. Já o óbito suspeito é de um homem de 83 anos, que estava internado na clínica de Covid da Santa Casa e faleceu no mesmo dia, às 15h36.

Com isso, Tatuí havia acumulado, até sexta-feira, 459 vítimas fatais do novo coronavírus, sendo 197 mulheres (133 na faixa dos 60 anos e 64 entre 29 e 59 anos) e 262 homens (171 acima dos 60 anos e 91 entre 29 e 59 anos) – os números representam taxa de 2,48% de letalidade.

Publicidade

Até o boletim atualizado nesta sexta-feira, o município registrava 79.246 notificações da doença, sendo 60.760 casos descartados, o óbito suspeito aguardando resultado do teste e 18.485 positivos.

Dos confirmados, 18.011 pacientes já estavam recuperados (97,44%) e 15 ainda permaneciam em tratamento, sendo seis em hospital e nove em isolamento domiciliar.

Nesta sexta-feira, conforme o boletim mais recente, quatro leitos dos 15 disponíveis na UTI da Santa estavam ocupados (26%). Nos leitos clínicos para tratamento de Covid-19, estava internado um paciente com a doença, culminando em taxa de ocupação de 4%. No hospital particular, havia um paciente internado em UTI.

Publicidade