Tatuí inaugura novos ecopontos na região do Inocoop e do Rosa Garcia

Secretaria quer instalar outros quatro pontos de coleta ainda em 2021

0
Ecoponto do Inocoop, que recebe diversos materiais (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, órgão da prefeitura de Tatuí, inaugurou nesta semana mais dois ecopontos: o “Sul”, no Jardim Rosa Garcia 2, e o “Oeste”, no bairro Inocoop.

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, os espaços de coleta seletiva de lixo foram implantados com recurso oriundo do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos).

O ecoponto do Rosa Garcia fica na rua Victoria dos Santos Gomes, ao lado da Cooreta (Cooperativa de Reciclagem de Tatuí), e recebe sofás, colchões, madeiras, entulhos, eletrônicos (desde que não estejam abertos) e materiais recicláveis. Ele funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 14h.

Já o ecoponto Oeste está localizado no final da rua Diomar Gianotti, no bairro Inocoop. Lá, a população pode descartar sofás, colchões, madeiras, entulhos, eletrônicos (desde que não abertos) e materiais recicláveis, todos os dias da semana, das 7h às 18h, sendo que, aos sábados e domingos, permanece fechado para almoço das 12h30 às 13h30.

Conforme o secretário da Agricultura e Meio Ambiente, José Hélio de Oliveira Júnior, nos dois ecopontos, são aceitos somente um metro cúbico de entulho e madeiras. Portanto, os carros de pequeno porte que fazem carretos não podem descartar nada nesses locais.

Publicidade

“O objetivo é oferecer para a população mais opções de espaços adequados para o armazenamento temporário de materiais recicláveis e não recicláveis, até o momento da coleta e da destinação ambientalmente adequada, evitando, desta forma, o descarte irregular em áreas verdes, mananciais e vias públicas”, afirmou o secretário.

De acordo com ele, a construção de novos ecopontos em outras regiões de Tatuí está sendo projetada pelo Departamento Municipal de Meio Ambiente para os próximos semestres. O setor garante que outros quatro devem ser instalados ainda em 2021.

No mês de julho, o departamento abriu dois ecopontos rurais na região do bairro Guaxingu, para descarte de materiais recicláveis e orgânicos, “devido à grande quantidade de materiais com potencial para reciclagem, além dos inservíveis (lixo orgânico) dispostos de maneira irregular em alguns pontos específicos”.

O secretário explica que, com a instalação das novas estruturas, cada tipo de resíduo passa a ter um local específico para descarte. Segundo ele, a ação contribui com o meio ambiente, por evitar a contaminação do solo, poluição visual e emissão de odores.

Além disso, ele destaca que os ecopontos também trazem benefícios ligados à saúde pública. “O espaço limpo e organizado coíbe a presença de bichos e animais peçonhentos, além de favorecer visual e esteticamente a zona rural com estruturas organizadas para disposição de resíduos sólidos”, completou o secretário.

Os ecopontos rurais são compostos por três baias, sendo uma destinada ao armazenamento de material reciclável (papel, papelão, vidro e plástico) e duas aos resíduos não recicláveis (lixo orgânico).

Os dois ecopontos do bairro Guaxingu estão localizados na estrada Tatuí-Iperó. Um deles fica próximo ao quilômetro três, ao lado do primeiro ponto de ônibus no sentido Iperó. Já o outro fica a 200 metros da escola municipal do bairro, também no sentido a Iperó.

Ele lembra que Tatuí conta com mais duas opções de descarte de resíduos. O ecoponto Norte, na rua Flávia de Oliveira, próximo ao número 107, no Jardins de Tatuí, funciona nos dias da semana, das 7h às 18h, sendo que, aos sábados e domingos, permanece fechado das 12h30 às 13h30 para almoço.

O espaço recebe sofás, colchões, madeiras, entulhos, eletrônicos (desde que não abertos) e materiais recicláveis. Também, aceita somente um metro cúbico de entulhos e madeiras.

Outra opção é a Cooperativa de Reciclagem de Tatuí, na rua Victória dos Santos Gomes, Jardim Rosa Garcia II, antigo frigorífico, que funciona todos os dias da semana, das 7h às 18h, sendo que, aos sábados e domingos, também permanece fechado das 12h30 às 13h30.

O local recebe sofás, colchões, madeiras, entulhos, eletrônicos (não abertos), materiais recicláveis, pneus, pilhas e baterias. Podas de árvores só são aceitas com autorização do Departamento Municipal de Meio Ambiente.

A cooperativa é destinada à população em geral (aceitando somente um metro cúbico de entulho, madeiras e podas) e aos carros de pequeno porte que fazem carretos.

Publicidade