Tatuí conquista ‘bi’ invicto dos Jogos Regionais de futebol ‘20’

63
Seleção local derrota Nova Campina por 2 a 0 na decisão
Da reportagem

Tatuí é bicampeã dos Jogos Regionais, mais uma vez de forma invicta, na modalidade de futebol masculino sub-20. O título foi conquistado na tarde de sábado, 27 de novembro, em Itapeva.

Neste ano, em virtude da pandemia, o governo estadual decidiu não promover os Jogos Regionais de forma tradicional e optou por alterar o modelo de disputa, denominando “Retomada Esportiva”.

A campanha vitoriosa da seleção municipal teve início no estádio “Lupércio Bernardes”, o Itatibão, do Clube de Campo, em 20 de outubro. Na oportunidade, os garotos tatuianos empataram, sem gols, contra o time de Conchas, mas venceu nos pênaltis.

Na sequência, em partida válida pelas quartas de final do campeonato regional, Tatuí goleou Iperó pelo placar de 4 a 0. Já nas semifinais, o triunfo da equipe tatuiana foi diante de Sorocaba, por 2 a 0.

Na decisão, a seleção tatuiana masculina de futebol sub-20 enfrentou e derrotou o combinado de Nova Campina. Os gols do título foram anotados por Deola, artilheiro responsável por cinco dos oito gols de Tatuí na competição. A defesa ainda não foi vazada em nenhum dos jogos.

Comandados pelo técnico Carlos Eduardo de Alvarenga Viana, o Duza, o time campeão foi formado por: Andrew, Luizinho, Kayky, Ryan, Jhonatan, Luciano, Kennedi, Maycon, Deola, Matheus, Vinícius, Veiga, Werick, Pedrinho, Micael, Daniel e Walisson, além do auxiliar técnico Givaldo e do massagista Mandela.

Parte do elenco conquistou o bicampeonato da competição. Para Duza, o título foi o encerramento do ciclo da geração de atletas locais nascidos em 2001, o qual havia sido campeão dos Jogos Abertos em 2019, em Sorocaba, e vice-campeão estadual em 2017, em Lençóis Paulista.

“É um ciclo que se encerra na geração 2001 e que fez história nos jogos da Secretaria Estadual de Esportes”, reforçou. “Infelizmente, não houve a disputa dos Jogos Regionais no ano passado, mas quem já jogou a competição sabe como é difícil conquistar esse título”, completou Duza.