Suspeito de roubo baleado pela PM morre no hospital durante cirurgia

1591

Um homem de 32 anos, suspeito de roubar uma casa na vila Doutor Laurindo, morreu no Pronto-Socorro Municipal, após ser baleado por policiais militares na manhã de domingo, 3. Armado, Jefersom Almeida Nocheli teria invadido a residência e ameaçado a moradora, uma idosa de 79 anos.

Cosméticos como spray e tinta de cabelo foram levados, além de uma televisão, um celular e um lençol de solteiro. Segundo o boletim, o roubo aconteceu por volta das 6h, quando a vítima acionou a PM descrevendo as características do criminoso e os objetos que ele carregava.

Segundo o boletim, a PM encontrou o suspeito em buscas aos arredores de uma casa na rua Rio de Janeiro, no bairro Santa Luzia. Ele tentou fugir, pulando dos fundos do imóvel para um terreno, e, ainda armado, teria ameaçado atirar em um dos militares.

Durante a operação, os agentes teriam pedido para que o criminoso se rendesse e entregasse a arma. Porém, de acordo com a PM, ele não teria obedecido e, diante da ameaça, os policiais acabaram atirando para tentar conter o rapaz.

O acusado foi atingido por três disparos e levado ao Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto”, mas, segundo a Polícia Civil, não resistiu aos ferimentos e morreu minutos depois, durante a cirurgia de emergência.

A idosa que teve a casa invadida foi ouvida pela PC. Ela confirmou a existência do roubo, reconheceu o criminoso e recuperou os objetos. Uma arma de fogo calibre 32, que estaria com o rapaz, e as armas dos militares foram recolhidas para serem encaminhadas a exames no Instituto de Criminalística.