Stand da Bíblia recebe visitas até segunda

279
Publicidade





O público pode visitar a 18a edição do “Stand da Bíblia”, realizado pelo Conpas (Conselho de Pastores) de Tatuí, até segunda-feira, 16. Em seis dias, o projeto vendeu mais de 2.000 exemplares de bíblias e livros religiosos, além de ter contabilizado mais de 1.300 visitantes de 20 cidades diferentes.

O objetivo é disponibilizar bíblias a preços abaixo do valor usual. O estande está funcionando em imóvel cedido ao Conpas, na rua José Bonifácio, 881 (ao lado da Papelaria Colmeia), das 12h às 22h, incluindo sábado e domingo.

De acordo com o idealizador e coordenador do evento, pastor Luis Donizetti Vaz, esta poderá ser “a melhor edição” do projeto. “Se continuarmos nesse ritmo e conseguirmos vender 300 exemplares por dia, alcançaremos a marca de 3.000 exemplares no final do evento. Nossa média está acima disso, estamos com quase 400 vendas diárias e poderemos até bater nosso recorde”, anima-se o pastor.

O sucesso do estande é tanto que alguns livros já estão com os exemplares esgotados. Ainda assim, é possível comprá-los por encomenda. Até quinta-feira, havia 250 pedidos.

Publicidade

“Quando há interesse do cliente, nós providenciamos uma nova remessa”, afirmou Vaz. Os livros encomendados até a quarta-feira, 11, deverão ser entregues no próprio estande até segunda.

Já os livros encomendados a partir de quinta-feira, 12, terão entrega realizada exclusivamente na igreja “Brasil para Cristo” (rua Coronel Bento Pires, 784, centro, ao lado da Escola Estadual Chico Pereira), dia 23 de dezembro, das 9h às 17h. As encomendas serão aceitas até o último dia de evento.

Vaz comenta que, em alguns casos, os livros podem estar esgotados tanto no estande quanto nas editoras. Ainda assim, a organização do evento poderá providenciá-los diretamente em lojas e livrarias.

Nesses casos, o pastor acaba pagando o preço de mercado pelas publicações, mas revende aos visitantes ao preço de custo, mesmo que, dessa forma, acabe obtendo prejuízo.

O pastor orgulha-se em lembrar que nunca deixou de atender a nenhuma das encomendas nos 18 anos de história do “Stand da Bíblia” na cidade. “Se eu fiz o pedido, sempre entrego, mesmo pagando um preço maior. O evento absorve essa despesa extra”, explicou o pastor, reforçando que o projeto não visa lucro. A arrecadação é utilizada na manutenção do projeto e no atendimento às encomendas.

Livro das respostas

Neste ano – a exemplo do que aconteceu em anos anteriores –, a publicação mais procurada continua sendo a Bíblia, ainda que outros livros estejam à venda.

A costureira Terezinha de Fátima Oliveira de Lima, 47, é uma das interessadas no livro sagrado. “Gosto muito de ler a Bíblia, e é a primeira vez que venho para um local assim, com tantas. É um evento diferente”, disse.

Segundo a organização, a maior parte do público adquire as obras para presentear outras pessoas. É o caso da escriturária Mariza Sperandio, 50. “É um evento muito bem organizado, acompanho todo ano. Comprei alguns livros para presentear amigos e a família”, contou.

O próprio idealizador da iniciativa, que também já foi vereador no município, revelou a preferência: gosta de presentear com bíblias.

“Entreguei pessoalmente uma bíblia para o governador Geraldo Alckmin, no outro mandato dele. Eu escrevi uma dedicatória dizendo para ele usar a palavra de Deus como uma bússola, porque, nela, podemos encontrar todas as respostas para nossas perguntas. Isso serve para todo mundo. Quando eu tenho oportunidade, eu gosto de presentear as pessoas com bíblias”, contou.

Vaz destaca que não basta comprar, é preciso “ler, interagir e usufruir” do conteúdo da Bíblia. Esse também seria um dos objetivos do projeto.

Maior desafio

Chegada a sua 18ª edição, o “Stand da Bíblia” já é um evento tradicional no fim de ano. Ainda assim, sempre, os realizadores deparam-se com uma séria dificuldade: encontrar imóvel para abrigar o estande.

“Nunca sabemos onde vamos conseguir montar o estande. A gente preza por um espaço bem próximo da Praça da Matriz, para podermos atingir todo o público que passa por essa região. Elas já vêm para o centro cuidar dos compromissos, fazer compras, pagamentos e esticam um ou dois quarteirões para visitar nosso estande”, explicou.

Uma série de fatores dificulta a escolha do espaço ideal. Segundo o pastor, os imóveis disponíveis na região central são raros. Além disso, quando encontrados, normalmente, estão apenas disponíveis para locação por um período extenso.

“Nós não alugamos o espaço do estande, ele precisa ser cedido, já que nosso evento não tem objetivo de lucrar. Muitos proprietários com imóveis no centro preferem não ceder o espaço porque estão buscando locá-lo em definitivo no período de dezembro a fevereiro, que é o período natalino e de Carnaval. Então, ficamos em segundo plano”, revelou.

Ainda assim, nas 18 edições, Vaz sempre conseguiu encontrar pessoas que cederam imóvel na região central para que o projeto fosse realizado.

“É sempre chorado, ou melhor, é sempre orado. Pedimos a Deus que nos ajude, e Ele nos proporciona, nos dá o retorno e resolve nossa situação”, declarou.

O “Stand da Bíblia” também conta com equipe de voluntários das igrejas que compõem o Conpas para colaborar na parte de atendimento ao público, vendas, organização de estoque e outros serviços.

Além dos voluntários, a família do pastor participa da organização. “Sem essa ajuda, não conseguiríamos realizar o evento. Dependemos dessa equipe”.

Para a 19ª edição, pelo menos uma coisa é certa: a data. Em 2014, o evento será realizado de 6 a 15 de dezembro.

Histórico

Nas últimas 17 edições, mais de 30 mil visitantes passaram pelo projeto, que vendeu quase 30 mil exemplares da Bíblia e de outras publicações do segmento religioso, todos a preço de custo.

Além das bíblias tradicionais, o estande conta com livros infantis, bíblia para adolescentes (abordando temas como sexo, drogas, família etc.), bíblias de estudo (além das escrituras, conta com explicações mais abrangentes no rodapé das páginas, voltadas para pessoas que queiram aprofundar a leitura e o entendimento), dicionário e atlas bíblicos.


Publicidade