Sicredi expõe trabalhos finalistas do Concurso de Natal de O Progresso

434
25ª edição do Concurso Artístico e Literário de Natal é a primeira iniciativa tatuiana a ocupar o Sicredi (foto: Diléa Silva)
Publicidade
Da reportagem

Neste mês de dezembro, por meio de parceria inédita, a nova agência do Sicredi Nossa Terra de Tatuí realiza a primeira exposição de arte e literatura junto a uma empresa tatuiana. Trata-se de uma mostra integrada pelos trabalhos finalistas da 25ª edição do Concurso Artístico e Literário de Natal, promovido pelo jornal O Progresso.

A iniciativa, que também tem a cooperação de Jorge Rizek, na produção, e da Fatec, que cedeu os painéis expositores, é uma novidade para o certame cultural e aconteceu a partir de convite do gerente-geral da nova agência local, Maison Pereira de Carvalho.

Após conhecer o concurso, ele convidou o jornal a efetivar a mostra dos finalistas no espaço da agência. A O Progresso, Carvalho afirmou que a ação contempla um dos principais aspectos do Sicredi, que é fomentar ações sociais, culturais, educacionais e estar presente na comunidade.

“Ficamos muitos felizes em poder oferecer o nosso espaço e, quando soube do concurso, imediatamente pensei: ‘Precisamos mostrar este trabalho para os clientes do jornal, para os nossos associados e para a população, porque é concurso muito bacana’”, observou o gerente-geral.

O gerente-geral da agência local, Maison Pereira de Carvalho (foto: Dileá Silva)

“Com a inesperada inscrição de trabalhos dos estudantes da EJA (Educação de Jovens e Adultos) no Concurso Artístico e Literário de Natal, a organização abriu oportunidade para mais um apoiador e foi então que ocorreu a possibilidade da exposição pública dos desenhos e redações”, contou o organizador do concurso e editor do jornal, Ivan Camargo.

Publicidade

No total, somaram-se 70 trabalhos dos alunos da EJA, todos na categoria desenho, encaminhados pela escola “João Florêncio”. “Levando-se em consideração que esses estudantes têm idades mais avançadas que as crianças correspondentes ao ensino fundamental, concluímos pela necessidade de um grupo próprio para eles”, explicou o editor.

“Afinal, uma vez que o concurso é dividido conforme os anos de estudo dos alunos – agrupando-os de dois em dois anos letivos -, não seria justo o julgamento dos trabalhos efetivados por adultos na mesma condição que os das crianças”, acrescentou.

Para contemplar esses participantes adultos com um vencedor em particular, foi convidado um novo apoiador e, assim, passou a integrar os parceiros do concurso a nova agência do Sicredi Nossa Terra de Tatuí.

“Até então, seria mais um muito bem-vindo patrocinador a juntar-se aos demais. Contudo, identificando-se com a premissa social do concurso de Natal, o Sicredi convidou O Progresso a levar os trabalhos para dentro da agência, abrindo-a para uma exposição”, observou Camargo.

Carvalho ressaltou ser comum para o Sicredi investir em iniciativas como esta, que tanto buscam se aproximar da comunidade local como incentivam a participação de jovens e crianças.

“Participar de ações que não apenas nos aproximam da comunidade, mas que, principalmente, nos tornem parte do desenvolvimento da comunidade faz parte do nosso DNA, faz parte de quem somos e, realmente, faz parte da nossa cultura enquanto empresa”, acentuou o gerente-geral.

Carvalho acrescentou que ações culturais e sociais, como o Concurso de Natal, vão ao encontro da cultura do Sicredi, que, além de ser uma instituição financeira cooperativa e estar envolvida com o desenvolvimento econômico, “preocupa-se com o desenvolvimento social dos associados e das comunidades em que atua”.

“O Sicredi tem presença internacional, mas a forma em que a gente atua é regional, ou seja, ele tem particularidades, e essa parte social já está embutida em nossos valores”, reforçou Carvalho.

A 25ª edição do Concurso Artístico e Literário de Natal é a primeira iniciativa local a ocupar o Sicredi, contudo, Carvalho revelou que agência pretende programar novas ações sociais e culturais.

“Temos intenção de fazer outras ações, com certeza. O Sicredi tem um programa nacional que se chama ‘União Faz a Vida’, que, além de apresentar um programa de educação financeira para a comunidade, trabalha nestas questões culturais, e vamos trazer aqui para Tatuí também”, antecipou o gerente-geral.

Os trabalhos do 25ª Concurso Artístico e Literário de Natal foram fixados na agência na segunda-feira, 9. Estão expostos os desenhos e redações finalistas, totalizando cerca de 70, selecionados a partir da EJA e de todos os anos do fundamental, do primeiro ao nono.

“Convido a todos para vir visitar a exposição e a nossa agência. E gostaria de dizer que, para nós, essa mostra é um privilégio. Aqui, estamos expondo todos os finalistas, até os ganhadores, embora ainda não saibamos quais são eles”, comentou Carvalho.

A mostra segue aberta até o dia 30 de dezembro, de segunda-feira a sexta-feira, no mesmo horário de atendimento da agência, das 10h às 16h, à rua Juvenal de Campos, 676, centro.

(foto: Dileá Silva)

Os vencedores serão publicados na edição especial do jornal O Progresso, que circulará no penúltimo final de semana do mês, dia 22.

“Como este foi o primeiro ano desta parceria, ele vai ficar exposto durante o mês de dezembro inteiro. Após este período, os visitantes só vão conseguir ver novos trabalhos no ano que vem, quando pretendemos expor os finalistas da 26ª edição”, finalizou o gerente-geral.

Em simultâneo, já está ocorrendo a premiação do concurso, que, nesta edição, além do Sicredi, tem como parceiros: Colégio Objetivo (premiando dois vencedores), Imobiliária Simões, Palácio do Sorvete, Maricota Calçados e Acessórios Femininos, Hotel Del Fiol, Personal Pharma e Habib’s.

Em 2019, houve 1.745 inscrições, distribuídas entre 1.510 desenhos e 235 redações. Ao todo, 27 instituições de ensino participaram do concurso, por meio dos trabalhos dos alunos.

No total, estão sendo oferecidos R$ 2.700, distribuídos para o vencedor da EJA e aos de cada dois anos do ensino normal, que recebem R$ 300 cada (salvo no caso dos três últimos anos em desenho e redação, englobados em um mesmo grupo de cada categoria).

Os três melhores trabalhos de cada categoria serão reproduzidos na edição especial que circulará no dia 22. Na data, além dos desenhos e redações vencedores e demais finalistas, serão constados os nomes dos professores e das escolas nas quais os alunos produziram os trabalhos.

Em 2019, a escolha das redações vencedoras esteve a cargo do jornalista Cristiano Mota e dos professores Leila Salum Menezes da Silva, Almira Porciúncula e Henrique Autran Dourado.

Por sua vez, os desenhos foram selecionados pelos publicitários Fábio Antunes dos Santos e Kleber Vieira (Binho Vieira) e pelos artistas plásticos Domingos Jacob Filho (Mingo Jacob), Jaime Pinheiro e Rafael Sangrador.

Ao longo destas 25 edições da iniciativa, o jornal O Progresso recolheu, exatamente, 47.300 trabalhos inscritos, divididos entre desenhos e redações.

Publicidade