Sebrae Aqui registra crescimento no número de empresários atendidos

1428
Coordenadora do Sebrae Aqui de Tatuí, Renata Piesco (foto: Gabriel Guerra)
Publicidade

Inaugurada no dia 22 de março, a unidade do Sebrae Aqui (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) comemora o aumento no número de atendimentos realizados na nova sede da unidade, junto ao Centro Cultural Municipal (antigo Alvorada Clube), na praça Martinho Guedes 12.

Desde o início do ano, foram realizados 652 atendimentos aos empreendedores da cidade, sendo 115 somente em abril, já na nova unidade oficialmente instalada.

O Posto de Atendimento ao Empreendedor, do Sebrae de Tatuí, existe desde 2005. O Sebrae Aqui faz parte de um sistema de padronização das 220 unidades do Estado de São Paulo.

“Houve aumento na procura por atendimento. Devido à crise, as pessoas estão empreendendo mais, os empresários estão querendo buscar atualizações, informações de gestão empresarial, melhorar o negócio que já existe, e novos empreendedores estão surgindo no município, principalmente MEI (micro empreendedor Individual)”, conta Renata Porciúncula de Arruda Piesco, coordenadora da unidade de Tatuí.

Renata explica que, além dos atendimentos, diversas outras atividades, como cursos e palestras, são realizadas anualmente, visando dar segurança ao empreendedor que está iniciando um novo ramo de trabalho.

Publicidade

As atividades a serem realizadas no mês de maio já foram definidas pelo escritório regional, que fica em Sorocaba. Amanhã, 3, a unidade do Sebrae Aqui vai realizar seminário com o tema “A Modernização Trabalhista”.

Nele, serão apresentados os principais pontos das mudanças, tendo como púbico os empresários e empreendedores, de micro e pequenas empresas, localizados nos municípios de Tatuí e Capela do Alto.

O evento é gratuito, tem duração de três horas e será realizado no Sesi de Tatuí, situado à avenida São Carlos, 900, na vila Doutor Laurindo.

“É um evento grande que estamos trazendo para o município. Temos uma expectativa de público em torno de 70 clientes participando da ação, destinada ao público que tem interesse em contratar funcionários para as suas empresas. A palestra é bem técnica e ministrada pelo jurídico da Fiesp (Federação da Indústria do Estado de São Paulo)”, explicou Renata.

No dia 10, outro evento será realizado, para os potenciais empresários, MEI, micro e pequenos empresários. O curso de formação de preço de venda busca capacitar os empreendedores a calcularem corretamente o preço dos produtos e serviços comercializados, tendo como base os custos e despesas da empresa.

Com investimento de R$ 80 e carga horária de quatro horas, o evento será realizado no Sindicato Rural Patronal de Tatuí, localizado à rua 11 de Agosto, 1.375, no centro. Ele é fruto de parceria entre o Sebrae, Prefeitura, ACE (Associação Comercial Empresarial) e a Fundação Educacional Manoel Guedes.

A programação do mês de maio conta, ainda, com uma semana de atividades voltadas ao micro empreendedor individual. A “Semana do MEI” acontecerá de 14 a 18 de maio e terá palestras online, que deverão ser assistidas na ACE, situada à rua 15 de Novembro, 491 (1o andar), centro.

As atividades visam auxiliar o micro empreendedor na gestão da empresa, focando em crescimento financeiro e ganho de mercado, por meio das tendências do segmento em que atuam. As vagas são limitadas e não é preciso fazer nenhum investimento.

Dois horários serão disponibilizados aos interessados, das 9h às 10h e das 16h às 17h. No dia 14, será ministrada palestra com o tema “Tendências para o Mercado de Beleza”; no dia 15, “Tendências em Alimentação Fora do Lar”; no dia 16, “Educação Financeira e Acesso a Crédito”; no dia 17, “Comércio Eletrônico”; e no dia 18, “Tendências para Varejo – Vestuário”.

“Esse curso é realizado em um sistema diferente, através de um link no site Youtube. Nós vamos disponibilizar um espaço para o cliente assistir as palestras. A Associação Comercial vai ceder o local e a infraestrutura para esse evento”, comentou Renata.

A coordenadora conta que, para o mês de junho, outras cinco ações já estão programadas. Entre elas, uma oficina de formalização, para quem pretende abrir um negócio, está desempregado e quer atuar no mercado, e uma ação fechada, destinada aos participantes da Feira do Doce.

“A nossa grade está bem extensa durante o ano. Em 2018, estamos recebendo esses cursos que só aconteciam no escritório regional. Agora, os municípios estão recebendo essas atividades, e os interessados não precisam viajar para participar”, explicou a coordenadora.

Renata conta que todas as pessoas que entram em contato com a unidade do Sebrae Aqui, por telefone ou presencialmente, realizam cadastro e recebem, mensalmente, o calendário com as atividades realizadas.

“O atendimento é gratuito, não tem custo nenhum. Se o empresário tiver interesse, nós fazemos a orientação necessária para a pessoa melhorar o seu negócio”, finalizou.

Publicidade