SC é aparelhada com cápsulas respiratórias dos Rotarys tatuianos

453
Cápsulas respiratórias é mais uma ação para o combate ao coronavírus (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da redação

Na tarde de terça-feira, 9, a Santa Casa de Misericórdia recebeu, do Rotary Club Tatuí e do Rotary Club Cidade Ternura, em parceria com a Arte Set Cortes Personalizados e as empresas cidadãs Centro Hípico Tatuí e Rede Caetano, três cápsulas respiratórias, que auxiliarão no tratamento de pacientes diagnosticados com Covid-19.

Essas estruturas protetoras são confeccionadas com tubos de PVC, revestidas por uma película de vinil flexível e transparente, com exaustor e filtro acoplados para uma melhor ventilação interna, além de aberturas laterais em zíperes para facilitar o contato do corpo médico com o paciente.

De acordo com o gerente-médico da unidade de terapia intensiva (UTI) da Santa Casa, Alexander Hayato – que inclusive auxiliou no desenvolvimento da parte técnica de ventilação das cápsulas -, “este equipamento será de grande valia para o hospital neste momento”.

Segundo ele, além de ajudar na respiração dos pacientes, atuará como uma espécie de proteção, diminuindo o risco de contágio dos médicos e profissionais da saúde.

“Assim como os demais equipamentos de proteção, a cápsula inibe boa parte das gotículas de aerossol emitidas quando o paciente tossir ou conversar, garantindo mais segurança aos profissionais”, disse ele.

Publicidade

“A cápsula ajudará na realização de inalações e outras manobras respiratórias nos pacientes, minimizando a contaminação do lado externo. Sem contar, também, que ameniza a falta de ar, garantindo qualidade de vida aos pacientes”, explicou.

O vice-presidente do Rotary Club Cidade Ternura, Carlos Orlando Mendes Filho, contou que a ideia surgiu após verem essas cápsulas produzidas pela Samel Planos de Saúde, de Manaus.

(foto: AI Prefeitura)

“Fizemos contato com a diretoria técnica do hospital de Manaus, resolvemos trazer isso para Tatuí e tivemos um parecer bastante favorável da Santa Casa, que inclusive nos auxiliou no desenvolvimento da parte técnica da cápsula”, contou.

“Partindo disso, conseguimos uma parcela valorosa de recursos de um empresário local, além de verbas próprias dos clubes, e começamos a produção. Estamos muito felizes em ajudar a Santa Casa, deixando-a apta a atender mais pacientes durante essa pandemia”, afirmou.

Uma parte da verba, segundo a presidente do Rotary Club Tatuí, Clara Maria Vieira de Camargo Sobral, era para ajudar na reforma da cozinha da Santa Casa, fruto de uma festa gaúcha promovida pelo Clube. “No entanto, por bem, resolvemos destinar essa verba para ajudar no combate ao COVID-19, tão necessária neste momento”.

Além das três cápsulas entregues, os idealizadores do projeto estão montando mais 22 cápsulas, em fase de término, que, em breve, serão entregues para a Santa Casa.

Publicidade