Saúde realiza mais de 600 testes de Covid nestes últimos 4 dias

801
Material para testagem está disponível nas unidades de saúde (Foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

Em quatro dias de reforço nas testagens para detecção de Covid-19, a Secretaria Municipal da Saúde somou 602 exames em moradores do município. Desde segunda-feira, 13, a prefeitura disponibilizou testes rápidos em todas as unidades de saúde para pacientes com sintomas da doença.

Desde o início da pandemia até quinta-feira, 16 (pelo mais recente levantamento divulgado), 5.780 pacientes haviam sido testados no município, seguindo os protocolos epidemiológicos e sanitários.

A soma inclui os dois tipos de testes realizados pela prefeitura para diagnóstico da Covid-19: 4.671 RT-PCR (sigla em inglês para “transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase”) e 1.109 sorológicos (testes rápidos).

Somente na segunda-feira (primeiro dia do reforço das testagens), 146 pessoas passaram pelo exame, submetidos a 70 testes rápidos (23 positivos para a doença) e 76 RT-PCR (aguardavam resultado).

Na terça-feira, 14, foram realizados 141 testes, sendo 74 PCR aguardando resultado e 67 testes rápidos, dos quais oito testaram positivo para a doença. Na quarta-feira, 15, mais 136 moradores foram submetidos à testagem, 84 rápidos (13 positivos) e 62 PCRs.

Publicidade

De acordo com a secretária da Saúde, Tirza Luiza de Melo Meira Martins, a maior procura aconteceu na quinta-feira, 16, quando foram realizados 179 testes nas unidades de saúde, sendo 130 rápidos, dos quais 12 deram positivos, e 49 PCRs, que aguardam resultado.

“Realizando os testes, temos a capacidade de antecipar o tratamento. A prioridade é salvar vidas e dar boa qualidade no atendimento do paciente com suspeita ou infectado pelo coronavírus”, disse a secretária.

Tirza informou que o município adquirira 15 mil testes rápidos para detectar a Covid-19 e que a testagem está disponibilizada em todas as unidades de saúde urbanas e rurais, possibilitando testar todos os pacientes que buscarem as unidades com sintomas relacionados à doença.

Ela explicou que o paciente é avaliado por um profissional de saúde, que faz a triagem conforme os sintomas. Em casos graves, os pacientes são submetidos ao teste PCR, para melhor diagnóstico.

“Todos passam por uma entrevista para que o profissional de saúde possa avaliar a situação. Se a pessoa estiver com sintomas por mais de oito dias e não for grave, ela faz o teste rápido; já em caso grave, ela faz o PCR. Mas, isso é avaliado caso a caso”, detalhou a secretária.

Tirza salientou que todos os pacientes são cadastrados e acompanhados pela Central de Controle do Coronavírus, até mesmo os que tiveram resultado negativo para a doença quando foram submetidos ao teste rápido.

A secretária apontou que febre, dor de garganta, tosse, congestão nasal, diarreia, dor de estômago, dor de cabeça e dor no corpo são alguns sintomas relacionados à doença. “Se a pessoa apresentar um desses sintomas, ela pode e deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima”, completou.

Com os novos testes, também foi possível realizar testes para Covid-19 nos 58 acolhidos na Casa Irmãos de Rua São José. Também foram testados dois “treicheiros” e quatro funcionários. Todos os testes deram negativo para o vírus.

“Com testes assim, embora aumentem nossos números em casos positivos, podemos tratar a doença desde o início, salvando vidas”, concluiu a secretária.

Publicidade