Saúde informa nova morte decorrente de Covid-19 no município

Homem de 69 anos estava internado na UTI da Santa Casa

370
Publicidade
Da redação

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou, em relatório divulgado na manhã desta terça-feira, 1º, ter notificado uma morte por Covid-19, nas últimas 24 horas. No mesmo período, o órgão registrou 21 novos casos positivos do novo coronavírus, 61 suspeitos e 20 descartados

De acordo com a VE, o 57º óbito decorrente da doença no município é de um homem de 69 anos, que estava internado na unidade de terapia intensiva da Santa Casa de Misericórdia. O boletim não informa o local de sepultamento dele.

Conforme a VE, os casos positivos são de quatro homens e 17 mulheres. Dos suspeitos, 32 são homens e 29, mulheres. Os 82 pacientes estão com quadros estáveis e em tratamento domiciliar. Dos casos descartados, sete são homens e 13, mulheres.

Nas últimas 24 horas, a ocupação de leitos clínicos de internados por Covid-19 ou suspeitos na Santa Casa é de 27%, e a ocupação da unidade de terapia intensiva, por pacientes com casos confirmados ou suspeitos é de 31%.

Estão internados, na Santa Casa, 14 pacientes, sendo oito na UTI (seis positivos e dois suspeitos), com quadros que inspiram cuidados, e seis no isolamento (quatro positivos e dois suspeitos, aguardando resultado dos testes), com quadros estáveis.

Publicidade

No hospital particular, estão seis pacientes, sendo três na UTI (dois positivos e um suspeito), com quadros inspirando cuidados, e três no isolamento (dois positivos e um suspeito, aguardando resultado dos testes), com quadros estáveis.

Até a divulgação do boletim, atualizado por volta das 10h40, a cidade somava 8.688 notificações da doença, sendo 76 casos suspeitos aguardando resultado dos testes, 6.665 descartados e 1.947 positivos.

Dos casos confirmados, 1.821 pacientes já estão recuperados (93,5%), 57 morreram e 69 estão em tratamento: 14 em hospitais e 55 em isolamento domiciliar. Dos casos suspeitos, 76 estão em tratamento: seis em hospitais e 70 em casa.

Publicidade