Saúde inaugura sala exclusiva para pessoas com sintomas de dengue

46
Atendimento especializado é voltado a pacientes com sintomas da dengue (AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

Com o aumento dos casos de dengue, ocorrido no mês passado, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, inaugurou na quarta-feira, 3, a “Unidade de Atendimento à Dengue”, um espaço exclusivo para receber as pessoas com sintomas da doença.

A nova unidade funciona na Santa Casa de Misericórdia, com entrada pela avenida Cônego João Clímaco (Avenida das Mangueiras), em frente à Câmara Municipal.

De acordo com a secretária da Saúde, Tirza Luiza de Melo Meira Martins, o espaço conta com médicos, enfermeiros e demais profissionais da Saúde. Neste local, conforme a necessidade e critério médico, também são realizados exames e medicações.

“Quem apresentar febre, acompanhada de, pelo menos, dois sintomas, como náuseas, vômitos, manchas avermelhadas pelo corpo, dor nas articulações, dor de cabeça ou dor no fundo do olho, deverá procurar a Unidade de Atendimento à Dengue”, informou a secretária.

O serviço no espaço, exclusivo para pacientes com sintomas da dengue, funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h. No período noturno e aos finais de semana, é necessário procurar a UPA (unidade de pronto atendimento).

Publicidade

A secretária ressalta que todas as UBSs (unidades básicas de saúde) continuam atendendo todos os pacientes com suspeitas de dengue, realizando as notificações, a coleta de exames e todas as ações necessárias, conforme protocolo do Ministério da Saúde.

“O novo espaço é destinado às pessoas com sintomas de dengue, mas a população pode procurar a unidade de saúde mais próxima da casa para receber atendimento. Em qualquer dos locais, há médicos, enfermeiros e profissionais capacitados para atender”, frisou Tirza.

A secretaria lembrou que os sintomas da dengue são parecidos com os da Covid-19. “Por isso, é importante procurar auxílio médico para detectar a doença e realizar o tratamento adequado”.

“As principais características da dengue são febre alta, dor intensa no fundo dos olhos, dores no corpo e dor de cabeça. São sintomas parecidos com os da Covid-19, mas, na Covid, as síndromes respiratórias – como aperto no peito, dificuldade para respirar – são mais frequentes. Tudo isso é avaliado pelo médico”, salientou.

Tirza apontou a nova unidade de atendimento à dengue como uma ferramenta para auxiliar no combate à doença, que vem registrando aumento no município. Somente neste ano, mais de 300 casos positivos de dengue foram notificados (reportagem nesta edição).

“Já tínhamos a orientação como um trabalho de prevenção, agora, com a unidade, preparamos uma estrutura eficaz, para atender os pacientes e dar todo o tratamento necessário, com consulta médica, medicamentos e exames”, concluiu a secretária.

Publicidade