Saúde começa testagem em massa com 15 mil testes rápidos de Covid

520
Material para testagem está disponível nas unidades de saúde (foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

A prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, começou a testar mais moradores a partir desta segunda-feira, 13, para produzir um mapeamento sobre a real situação de contágio do novo coronavírus na cidade.

Conforme anunciado pelo vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva, o município adquiriu mais 15 mil testes rápidos para detectar a Covid-19. Os materiais estão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde, urbanas e rurais.

“Essa testagem é um esforço muito grande da nossa administração para detectar todos os pacientes infectados pela doença e iniciar desde cedo o tratamento médico com os devidos cuidados”, declarou o vice-prefeito em vídeo publicado nos canais oficiais da prefeitura.

Luiz Paulo também afirmou que Tatuí é uma das cidades da região que mais testam pacientes com suspeita da doença. Segundo a prefeitura, desde o início da pandemia até segunda-feira, 13 (último levantamento divulgado), 5.178 pacientes haviam sido testados no município, seguindo os protocolos epidemiológicos e sanitários.

A soma inclui os dois tipos de testes realizados pela prefeitura para o diagnóstico da Covid-19, sendo: 4.254 RT-PCR (sigla em inglês para “transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase”) e 924 sorológicos (testes rápidos).

Publicidade

Somente na segunda-feira – primeiro dia do reforço das testagens -, 146 pessoas passaram pelo exame, submetidos a 70 testes rápidos (23 positivos para a doença) e 76 RT-PCR (aguardavam resultado).

O RT-PCR consiste em um método laboratorial de diagnóstico que detecta a presença do material genético do vírus. A amostra utilizada é obtida da mucosa das vias respiratórias e tem a capacidade de detectar o vírus nos primeiros dias após o indivíduo contraí-lo, mesmo sem apresentar sintomas.

Já o sorológico funciona por meio da pesquisa de anticorpos (IgG e IgM) produzidos contra o vírus, em uma amostra sanguínea. O IgM, também chamado de anticorpo de fase aguda, aparece quando a doença está em curso, e só é detectável após o oitavo dia da infecção.

O IgG, conhecido como anticorpo de memória imunológica, identifica se a pessoa foi exposta ao vírus e se produziu anticorpos em resposta à infecção.

A secretária municipal da Saúde, Tirza Luiza de Melo Meira Martins, contou que os testes rápidos começaram a ser aplicados na cidade em meados de maio, quando a pasta recebeu 2.500 testes do governo do estado de São Paulo.

No início, os testes rápidos foram realizados em profissionais de saúde com sintomas da doença, pacientes com mais de 60 anos, familiares de pessoas diagnosticadas com a Covid-19 e familiares de profissionais de saúde, entre outros pacientes do grupo de risco, como pessoas com doenças crônicas.

Grupos mais expostos à transmissão do coronavírus, como profissionais que atuam nos postos de saúde, nos serviços de urgência, emergência, internação e trabalhadores da área de segurança pública, que apresentaram sintomas, passaram pela testagem e foram afastados em caso de confirmação.

Tirza explicou que, com a nova remessa adquirida pela prefeitura, a testagem foi disponibilizada em todas as unidades de saúde urbanas e rurais e que será possível testar todos os pacientes que buscarem as unidades de saúde apresentando sintomas relacionados à Covid-19.

A secretária apontou que febre, dor de garganta, tosse, congestão nasal, diarreia, dor de estômago, dor de cabeça e dor no corpo são alguns sintomas relacionados à doença. ”Se a pessoa apresentar um desses sintomas, ela pode e deve procurar a unidade básica de saúde mais próxima para realizar a testagem”, completou.

Segundo Tirza, além da realização do teste para a doença, o paciente será atendido por uma equipe de profissionais que passará orientações sobre o tratamento e, se necessário, também o encaminhará a consulta médica.

“Intensificando o número de testes, nós teremos mais diagnósticos e também poderemos ter uma intervenção precoce, com o tratamento rápido e mais eficaz. Desta maneira, teremos melhor taxa de recuperação de todas as pessoas acometidas pela Covid-19”, ressaltou a secretária.

Além disso, é mantida a Central de Controle da Covid-19, na qual são acompanhados todos os casos de pacientes que apresentam sintomas gripais em atendimentos no Pronto-Socorro “Erasmo Peixoto”, unidades básicas de saúde e nas barreiras sanitárias realizadas em pontos estratégicos da cidade, com aferição da temperatura corporal.

Os pacientes com sintomas gripais são cadastrados na central, e uma equipe de profissionais da Saúde acompanha, por meio de ligações, a evolução dos casos durante 14 dias. As que permanecem com sintomas são orientadas, se necessário, tem acompanhamento médico e fazem o teste para a Covid-19.

Conforme Tirza, o acompanhamento dos pacientes é necessário para aumentar a eficácia das testagens. Segundo ela, os testes utilizados funcionam por meio da pesquisa de anticorpos (IgG e IgM) produzidos contra o vírus e que aparecem quando a doença está em curso, sendo detectáveis após o oitavo ou décimo dia da infecção.

Publicidade