RIZEK (13/10/2013) parte 2

398
Publicidade





Casamento de Felipe e Renata

Copos de Leite ladearam toda a nave nupcial da Igreja Nossa Senhora da Conceição, todos envoltos com laços de tule para a passagem do cortejo do padre Edwilson, padrinhos, pais para a cerimônia de casamento de Felipe e Renata.

Felipe, filho de Cláudio Lorenzetti e Elisete Marra Bellotto, e Renata, filha de Edson Bimbatti e Valéria Aparecida Sorezete.

Felipe usou um costume assinado por Ricardo Almeida, e Renata, belíssima, usou um vestido todo de renda francesa assinado pela estilista Daniele Benício, de Belo Horizonte, que criou em patchwork com 4 tipos de renda: duas chiantily, uma mariscot e uma guipure. Uma obra de arte exclusiva. Ela foi penteada e maquiada por Luiz Duarte.

Publicidade

A trilha da cerimônia religiosa foi executada pela Camerata Les Ensembles, com 14 músicos. A cantora lírica Ivanilda, cantou Ave Maria de Gounod, e todos chegaram às lágrimas na hora da benção das alianças. A elegância foi a tônica dos convidados e dos padrinhos.

A igreja ganhou externamente e internamente uma iluminação cênica. O próprio Felipe dirigiu o carro nupcial até o clube XI de Agosto, onde aconteceu a comemoração.

A festa

Os noivos foram recebidos com uma chuva de arroz, onde os pais e padrinhos os recepcionaram e desejaram boa sorte. Os convidados foram recepcionados pelo som do DJ TK, com muito balanço e pelo coquetel assinado pelo Buffet Strauss.

Uma varanda toda cheia de velas e cortinados branco com muitas samambaias. O jardim foi todo pontuado com luzes. Após a varanda o clube recebeu um hall todo revestido de verde. Espelhos, lustre de cristal, tapetes persas e mesas espelhadas com castiçal de cristal. Os “Bem Casados” tinham invólucros de renda confeccionado pela própria noiva, assim como a nécessaire dos banheiros.

O lounge com sofás, cadeiras ghost e parede toda revestida de samambaias. A cafeteira com mesas de espelho e tamboretes brancos. Na sala dos doces, mais espelhos, mais lustres de cristais e um piso espelhado com mesa também espelhada, os doces em caixas e bandejas de espelho, prata e cristais, tinham assinatura de Clara e Cia. Ainda no centro uma ilha de antepastos com uma enorme jabuticabeira.

O bar de caipiras, que estava no centro do salão, também era todo espelhado. Um lustre de cristal com 3 metros de altura pontuava o salão. Nas mesas, rosas somente rosas, brancas, champanhe e velas.

A banda Internight fez sua primeira entrada após o cerimonial com música para dançar junto, e após o jantar fez outra entrada em clima de balada, que foi completada pela vibe do DJ TK.

Após a permanência na sala dos noivos, Felipe e Renata foram conduzidos por um caminhão seguidor fazendo sua entrada triunfal quando foram aplaudidos pelos convidados.

Na pista, pais e padrinhos os receberam todos dançando juntos, brindando. O noivo Felipe agradeceu. A festa foi até as cinco da manhã. Os noivos seguiram em lua de mel para Porto de Galinhas. O casamento teve assinatura e coordenação de Jorge Rizek.


Publicidade