Presidente da Alesp estará em Tatuí para evento com jovens

275
Publicidade





AI Gonzaga

Gonzaga volta a encontrar-se com o deputado Samuel Moreira nesta segunda

 

O deputado estadual Samuel Moreira (PSDB) estará em Tatuí nesta segunda-feira, 25, para encontro de organização da “Juventude Tucana”. Na cidade, o parlamentar, que é presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo), participará de reunião às 19h, na rua 13 de Fevereiro, 262.

A informação é da assessoria de imprensa do ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo. Gonzaga recebeu a confirmação da presença de Moreira na semana passada, quando se encontrou com o parlamentar. Os dois reuniram-se na Alesp.

Publicidade

“A organização da Juventude Tucana será importante, porque, hoje, o jovem participa ativamente das questões políticas. Notamos isso nas redes sociais e, também, nas recentes manifestações organizadas contra a corrupção pelo país”, afirmou Gonzaga, em nota encaminhada pela assessoria.

“O que queremos são jovens discutindo política, organizando palestras e debates públicos e, também, participando de campanhas sociais, para auxiliar quem precisa”, completou.

Em São Paulo, a assessoria informou que Gonzaga acompanhou, ao lado do delegado e vereador Marcos Tadeu (de Itapetininga), a aprovação por unanimidade do PLC (projeto de lei complementar 43/2013).

Ele institui o adicional por direção da atividade de polícia judiciária (ADPJ) para integrantes da carreira de delegado de polícia. A sessão foi presidida por Moreira.

De acordo com a nota, o texto do projeto diz que “o adicional será calculado mediante a aplicação de coeficientes sobre o valor do respectivo padrão de vencimento do delegado de polícia, acrescido do RETP (Regime Especial de Trabalho Policial), do adicional por tempo de serviço e da sexta-parte dos vencimentos”.

“O projeto de lei complementar aprovado busca atribuir remuneração correspondente ao delegado de policia, reconhecidamente essencial à função jurisdicional do Estado e à defesa da ordem jurídica”, disse o deputado.

A medida, que beneficia delegados da ativa, ainda precisa ser sancionada pelo governador para entrar em vigor.


Publicidade