Prefeitura entrega ‘Pompeo’ revitalizada

2669
Preparativos para a inauguração da nova avenida (foto: AI Prefeitura)
Publicidade

A Prefeitura inaugura na sexta-feira, 10, às 17h, o novo canteiro central da avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali. A revitalização teve início no mês de junho, com a última etapa de demolição do canteiro central, conhecido como “churrasqueira”. O custo da obra é estimado em R$ 630 mil.

A nova avenida faz parte de um pacote de obras. Em fevereiro, foi anunciada a licitação de toda a extensão do canteiro central da Pompeo Reali, além de outras obras de contenção e infraestrutura nessa região.

A obra ainda inclui a execução de bueiro e outros serviços na rua Antonio Pereira Fiuza, na vila São Cristóvão; construção de muro de contenção e recolocação de guias e sarjetas na rua João Alfredo Soares, na vila Brasil; e a implantação do novo “Portal da Cidade”.

De acordo com o secretário de Obras e Infraestrutura, Marco Luís Rezende, na terça-feira, 7, faltavam poucos detalhes para a revitalização completa do espaço. Tudo deve ser finalizado até o dia da reinauguração, levando-se em consideração as mudanças climáticas.

“Já concluímos canteiro central, instalamos até a iluminação e limpamos a avenida para a pintura das guias e do asfalto. Falta plantar grama no restante da extensão e a pintura do monumento da entrada. Até sexta-feira, deve estar tudo pronto para a reinauguração”, garantiu Rezende.

Publicidade

A empresa Madri Construtora foi a vencedora da tomada de preços, realizada pela Prefeitura em 6 de abril, sendo a responsável pelo empreendimento. As obras visam melhorar o escoamento de água e evitar o acúmulo em período de fortes chuvas. O investimento é de R$ 818.772,64, sendo que R$ 630.946,58 foram aplicados na avenida, R$ 24.008,72, na rua Antonio Pereira Fiuza e R$ 193.817,34, nas obras da rua João Alfredo Soares.

“Estas obras são estratégicas para a região. A avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali é a principal entrada e saída da cidade e, em dias de forte chuva, tornava-se muito perigosa pelo volume de água que concentrava e a falta do escoamento devido”, declarou a prefeita Maria José Vieira de Camargo, por meio da assessoria de comunicação da Prefeitura.

Ela acompanhou todas as mais recentes fases das obras, ao lado do vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva.

A assessoria de comunicação ainda ressaltou que a “churrasqueira foi construída na gestão passada, sob muitas críticas e sem nenhum projeto de seu impacto no trânsito da região”.

“Recursos estaduais foram aplicados na obra, de algo em torno de R$ 800 mil. A obra foi abandonada em 2016, sem conclusão. No início de 2017, com a nova administração, o assunto da obra inacabada entrou em pauta”, segue a assessoria.

Dia 29 de maio do ano passado, aconteceu a audiência pública que tratou das obras da avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali. A audiência pública aconteceu na Itauto, uma concessionária de veículos que fica em um ponto estratégico da avenida.

Na lista oficial de presentes, assinaram 163 pessoas. Através de uma transmissão ao vivo em rede social, aconteceram 2.338 visualizações, ao longo de todo o evento. A população votou, quando indagada pelos representantes da administração, pela remoção do canteiro central, em sua grande maioria.

Na reunião, foi feito um relatório da audiência pública e encaminhado ao governo do Estado e ao Ministério Público Estadual, para ciência.

A população relatou que, “do jeito que estava construído o canteiro central, acidentes eram comuns, com pedestres, motos e veículos, além de o comércio da região perder muitos clientes”.

Em 2017, um dos trechos da avenida teve a recuperação concluída, quando foi priorizada a reconstrução da ponte do Marapé. Este primeiro trecho é a partir dessa ponte até o cruzamento com a rua Otávio Azevedo.

Além da drenagem, foram realizadas obras de sinalização, iluminação e paisagismo. As obras foram concluídas há um ano, no dia 10 de agosto de 2017.

Rezende lembra que a revitalização incluiu a derrubada da churrasqueira e a canalização das águas pluviais, por meio da construção de galerias e paisagismo.

“Fizemos todo o sistema de drenagem, que não tinha; tiramos o antigo canteiro antigo, que atrapalhava o escoamento da água; colocamos boca de lobo, para captação de água; e, depois, fizemos o plantio das palmeiras, grama e revitalizamos a entrada da cidade, que também conta, agora, com plantas ornamentais”, detalhou o secretário de obras.

Portal da Tatuí

Ainda por meio de nota, a Prefeitura informou que a nova avenida Vice-Prefeito Pompeo Reali terá o “Portal da Cidade”, com referência especial ao “merecido título de Capital da Música”.

A construção do Portal de Tatuí aconteceu fruto de parceria com o empresário Frederico von Ihering Azevedo, do Polo Industrial de Tatuí e do Grupo von Ihering, que patrocinou a obra e o paisagismo no entorno, o qual se tornou uma praça.

Na construção do Portal de Tatuí e no paisagismo, estima-se que foram investidos em torno de R$ 120 mil, custeados pela iniciativa privada. O local terá a manutenção devida, graças ao projeto “Adote uma Praça”.

“Será, com certeza, este local uma referência para todos os visitantes que aqui chegarem, além de um motivo de orgulho para a nossa população, pois traz uma identidade musical que reflete as nossas tradições. Agradeço ao empresário Frederico von Ihering Azevedo, do Polo Industrial de Tatuí, pela parceria e por acreditar em Tatuí”, destacou a prefeita Maria José, por meio da nota.

“A revitalização da avenida era um pedido da população, e dá para sentir que os cidadãos estão felizes com o término da obra. Nas redes sociais, tem bastante gente elogiando, e, no local da obra, o pessoal sempre passa agradecendo pela melhoria. Hoje, Tatuí tem uma entrada decente, que antes não tinha”, concluiu Rezende.

Publicidade

Comments are closed.