Prefeitura adia data de concurso público por falta de espaço

275
Publicidade





O primeiro concurso do ano promovido pela Prefeitura teve a data de realização de prova adiada. O exame agendado para este domingo, 15, precisou ser remarcado para o dia 29 de junho.

Anunciada pelo Departamento de Recursos Humanos na quarta-feira, 11, a mudança ocorreu por falta de espaço físico para aplicação das provas. O Executivo informou que o processo seletivo registrou “grande número de candidatos inscritos”.

Conforme a assessoria de comunicação da Prefeitura, as escolas inicialmente selecionadas para o exame não comportariam as 4.861 pessoas que se inscreveram para concorrer a 43 vagas nas áreas de saúde, infraestrutura, educação e administração.

O maior número de postos é destinado ao setor de saúde, 28 no total, 65% das vagas. Para médicos são 22.

Publicidade

Conforme divulgou em nota, o prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, o objetivo do certame “é suprir a carência de profissionais existentes na rede pública municipal de saúde”.

“Já em 2013 abrimos concurso e processo seletivo para contratação temporária de médicos em diversas especialidades. Mas não tivemos êxito, já que apenas uma pequena parte das vagas foi preenchida. Esperamos agora conseguir contratar esses profissionais para proporcionar melhor atendimento à população”, argumentou.

As vagas disponíveis no concurso são para agente de organização escolar, assistente social, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de farmácia, contador, dentista, desenhista, encanador, enfermeiro, engenheiro agrônomo e engenheiro civil.

Também há vagas para os cargos de escriturário, fiscal, fiscal ambiental, fiscal tributário, fisioterapeuta, médico auditor, médico cardiologista e clínico geral.

Os cargos em medicina incluem, ainda, vagas para médico do trabalho, endocrinologista, gastroenterologista, ginecologista, infectologista, neurologista, ortopedista, pediatra, plantonista, pneumologista, psiquiatra, reumatologista, urologista, ultrassonografista e médico para estratégia de saúde da família.

O concurso oferece, também, oportunidades para operador de máquinas, pedreiro, PEB I (professor de educação básica), PEB II (educação física, geografia, história, inglês e matemática), professor de educação infantil, prático de poda e corte, secretário de escola, técnico agropecuário, técnico de imobilização ortopédica e topógrafo.

Em nota, a diretora de Recursos Humanos, Fabiana Freitas, afirmou que o reagendamento “foi necessário para proporcionar mais conforto às pessoas que irão realizar a prova”.

“As salas devem ser amplas, confortáveis e sem superlotação, pois teremos uma avaliação longa, onde o candidato deve ter plenas condições de desempenhar um bom papel. Como tivemos muitos inscritos, haveria falta de espaço”, alegou.

As provas do dia 29 de junho acontecerão em dez unidades de ensino. Abrigarão os exames, as Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) “Eugênio Santos”, “José Tomas Borges”, “João Florêncio”, “Teresinha Vieira de Camargo Barros”, “Maria da Conceição de Oliveira Marcondes”, “Maria Eli da Silva Camargo” e “Firmo Antônio de Camargo Del Fiol”.

O concurso também terá provas aplicadas no Nebam (Núcleo de Educação Básica Municipal) “Ayrton Senna” e Escola Estadual “Lienette Avallone Ribeiro”.

Para saber o local e horário da prova, o candidato deve consultar o site www.personacapacitacao.com.br.


Publicidade