Praticamente todos mantêm cuidados contra vírus após 1 ano

70
Publicidade
Da redação

A enquete promovida pelo jornal O Progresso em seu site de notícias apurou, durante esta semana, que quase todos tatuianos seguem as orientações de prevenção ao novo coronavírus, mesmo após um ano de início da pandemia.

Pelo portal www.oprogressodetatui.com.br, essa foi a resposta de 97% dos participantes da pesquisa. Em contrapartida, outros 3% indicaram não estar mais se prevenindo contra a doença.

O tema da enquete havia sido proposto devido ao fato de que, na semana anterior, o volume de moradores infectados pela Covid-19 em Tatuí tinha somado 800 casos, indicando novo pico de contaminações.

Já nesta semana, o jornal procura apurar o quanto a população tem buscado os serviços prestados pela Unidade de Pronto Atendimento, a UPA, cuja gestora está deixando de receber repasses da prefeitura.

O Executivo emitiu nota na tarde de quarta-feira, 2, anunciando a suspensão temporária do repasse de recurso municipal à organização social “Instituto Innovare”, gestora da UPA “Augusto Moisés de Menezes Lanza”.

Publicidade

De acordo com a nota, a OS não comprovou “de forma satisfatória” o cumprimento das metas fiscais e financeiras estipuladas no contrato de gestão da unidade hospitalar (reportagem nesta edição).

A suspensão temporária do repasse de recursos é prevista no contrato firmado entre o município e o Instituto Innovare. A prefeitura ainda aponta estar em destaque no acordo o fato de a gestora não poder causar prejuízo ao atendimento prestado.

Em razão disso, a enquete questiona: “Você já procurou o atendimento da UPA em ao menos uma oportunidade?”. As respostas, “sim” ou “não”, podem ser dadas até as 16h30 da próxima sexta-feira, 11, com resultado publicado na edição do dia 13.

Publicidade