POLICIAIS

476

Desempregado é detido na Sta. Luzia acusado de vender crack

Na noite de quinta-feira, 1o, guardas civis municipais detiveram um desempregado de 21 anos com pedras de crack. Isaque de Oliveira Garcia é acusado de comercializar entorpecentes, tendo sido abordado às 20h17, por uma guarnição que averiguava informações na rua 10 de Maio, na vila Santa Luzia.

Conforme boletim de ocorrência, denúncia anônima levou os guardas até o suspeito. Em revista pessoal, eles localizaram, num dos bolsos da blusa dele, cinco pedras de crack. Elas estavam envoltas em plástico transparente. Também apreenderam R$ 10.

Na residência do suspeito, a equipe informa que encontrou uma balança digital pequena (dentro de um guarda-roupas) e, no telhado do imóvel, mais 19 pedras do entorpecente. Em seguida, os guardas encaminharam o desempregado ao plantão policial.

Na Delegacia Central, ele teve voz de prisão ratificada pelo delegado plantonista, Hélio Momberg de Camargo, e aguardou transferência para cadeia da região.

 

Bandido rende mototaxista em marginal e furta veículo

Um homem armado rendeu um mototaxista de 39 anos e roubou o automóvel que ele dirigia. A ação ocorreu na marginal do ribeirão do Manduca. Conforme registro policial, o bandido aproximou-se da vítima por volta das 21h20 de terça-feira, 30 de julho, em outro carro.

Para a polícia, o mototaxista disse que conduzia um Fiat Palio cinza, ano 2001, com placas de Tatuí, no sentido centro-bairro. Ao aproximar-se de uma ponte, afirmou que outro veículo, um Palio azul, encostou-se à traseira do carro dele.

A vítima parou para verificar se o automóvel havia feito algum dano. Naquele momento, um dos criminosos desceu do veículo e, armado, ordenou que o mototaxista saísse do Palio. O comparsa do criminoso permaneceu no segundo automóvel. Depois, os dois seguiram em direção a Sorocaba.

De acordo com o mototaxista, o homem que praticou o assalto é moreno, tem aproximadamente 1,70 metro de altura, aparenta 25 anos e tem tatuagens. O motorista que dirigia o outro veículo é branco e tem perto de 25 anos.

 

Aposentado de 83 é agredido por homem que pediu água

Um aposentado de 83 anos procurou a Delegacia de Polícia Central na tarde de terça-feira, 30 de julho, para registrar boletim de ocorrência de roubo. A vítima reside no centro e disse que havia sido agredida por um desconhecido, por volta das 13h15.

O aposentado contou aos policiais civis que estava sozinho na residência dele, quando viu um vulto próximo ao portão. Ao dirigir-se ao local, teria visto um homem branco, com barba e cabelos grisalhos, aparentando 1,80 metro de altura.

Ele teria pedido um copo de água ao aposentado, que retornou depois de alguns minutos. Passado determinado tempo, o homem entrou na casa do aposentado. Ele teria exigido que a vítima entregasse dinheiro. O aposentado negou e teria sido jogado no chão pelo assaltante.

Com a queda, o dono do imóvel sofreu ferimentos no cotovelo direito e na face. Também teria sido golpeado no peito, com um martelo. Em seguida, o assaltante fugiu.

 

Três homens roubam chácara e fogem após agredir caseiro

Na madrugada do dia 2, uma chácara na vila Régia teria sido invadida por três homens às 4h30. A ocorrência foi registrada às 7h15 do mesmo dia. Durante o assalto, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal foram chamadas e estiveram no local.

Os invasores são acusados de arrombar a porta da sala, agredir o caseiro e furtar uma sela paraguaia, uma furadeira elétrica, uma moto-serra, uma serra elétrica e um televisor de 20 polegadas.

De acordo com o boletim de ocorrência, os homens chegaram a pé no imóvel, tendo deixado um carro estacionado na estrada, com o qual fugiram.

 

Carro roubado é deixado no B. Vista e devolvido ao dono

A GCM realizou, dia 31 de julho, verificação de denúncia de que havia um carro abandonado na rua Ricardo Minuzi, no Jardim Bela Vista, desde às 15h do dia anterior.

Tendo consultado o Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo), os guardas constataram que se tratava de veículo roubado.

O carro foi levado até a Delegacia de Polícia Central e, após determinação do delegado Emanuel dos Santos Françani, houve a apreensão do automóvel. O carro ficará apreendido até que o proprietário, que foi localizado e é da cidade de Boituva, faça a retirada.

 

Mulher é jogada na rua após desobedecer ordem de ladrão

Um assaltante “jogou uma mulher na rua”, após ter mandado que a vítima lhe desse o aparelho celular, e ela, negado. Depois de ela ter soltado o aparelho, o homem teria pegado-o e fugido. O suposto roubo ocorreu no dia 29 de julho, às 19h40.

O crime ocorreu quando a mulher andava pela avenida Virgílio de Montezzo Filho, no bairro Nova Tatuí. Segundo boletim de ocorrência, ela havia sido abordada pelo homem, que teria perguntado as horas.

Após retirar o aparelho, um “smartphone” Samsung, modelo Galaxy S3, do bolso e informar o horário, o homem teria agradecido e continuado o caminho. A vítima conta que ele voltou em seguida, agarrou-a pelo braço e pescoço – provocando lesões –, ordenando que ela entregasse o aparelho.

Depois de desobedecer, ela acabou sendo jogada contra a calçada. Na queda, lesionou o joelho direito e soltou o celular. Nesse momento, o homem teria pegado o aparelho e fugido.