Pinheiro

221
CLÁUDIO ALDECIR

Fluminense de 1952. Pindaro, Jair Santana, Edson, Pinheiro, Castilho e Bigode. Telê, Vilalobos, Marinho, Robson e Quincas.

O zagueiro central Pinheiro, fluminense de Campos, chegou no clube em 1948 com 16 anos, recebeu a chance do treinador Ondino Vieira, ao ser indicado pelo ponteiro Tite (Fluminense, Santos, Corinthians), também campista.

Treinou com os profissionais e mostrou categoria. Ficou na equipe aspirante e no ano seguinte já era titular da formação principal. Comporia o histórico trio defensor do clube: Castilho, Píndaro e Pinheiro.

Ganhou titulos, campeonato Carioca de 1951 e 1959, Copa Rio de 1952, Torneio Rio-São Paulo de 1957 e 1960. Campeão Sul-americano de 1952 pela seleção. Atuou também no Americano, Olaria, Canto do Rio, Bonsucesso, Bahia, titular da seleção na Copa de 1954.

Foi treinador das equipes juvenil e principal do Fluminense, do America, Cruzeiro, Botafogo, Sport Recife, Goytacaz.

NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade