Perfil do Instagram é hackeado em Tatuí

Da redação

Dia 2, uma empresária registrou boletim de investigação por ter o perfil do Instagram hackeado em Tatuí e um boleto de R$ 2.000 “pago”.

A vítima afirma que as mensagens na rede social começaram no dia 31 de janeiro, solicitando para ela se cadastrar e participar da “promoção” de uma cervejaria, no valor de R$ 2.000, com direito a consumo de bebida por um ano.

Momentos depois, uma mulher identificando-se por “Talita”, através do WhatsApp com o perfil da cervejaria, contatou a vítima para confirmar a participação, consta no BO.

Acreditando ser de fato a proposta, a vítima acessou o link, fez o cadastro e, em seguida, realizou a confirmação. Para isso, enviou mensagem a “Talita” e, ainda, fez um vídeo, ela menciona no boletim.

Depois de cinco minutos, a vítima recebeu mensagem de uma filha dizendo ter efetuado pagamento de um boleto em nome da mãe. Isso lhe “pareceu estranho”, levando-a a pedir mais informações porque não havia conversado com ela sobre o assunto.

A filha explicou que havia atendido a um pedido feito por meio do Instagram da mãe, o que teria sido ação de um “hacker de celular”. A filha e o filho da vítima moram no exterior e “jamais fariam este tipo de pedido”, sustenta a mulher no documento.

Na delegacia, a empresária afirmou que “a conta dela de WhatsApp fora usada indevidamente, o Instagram havia sido hackeado e o perfil da cervejaria e o link de acesso à ‘tal promoção’ eram ‘fakes’”.

Ainda teriam usado a imagem dela, no vídeo, para realizar o golpe, apresentando também o comprovante do boleto pago por Pix para uma cooperativa de crédito rural do Paraná.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui