Pelé

286
CLÁUDIO ALDECIR

Não se compara.

Maior gênio que o futebol produziu.

Fazia tudo perfeito, da cabeceada ao lançamento preciso, do chute ao drible inventado na hora, da tabelinha à proteção da bola.

Mudou a história do seu clube, o Santos FC e a própria história da evolução tática do futebol, já que por sua causa foram criadas funções até então inexistentes, como, por exemplo o cabeça-de-área, o hoje volante de marcação e proteção.

Conquistou três Copas do Mundo, dois Mundiais de Clubes, eleito o Atleta do Século em 1980, por jornalistas de todo o mundo, onze vezes o Artilheiro do Campeonato Paulista, cinco vezes campeão da Taça Brasil, onze vezes Campeão Paulista, marcou 1279 gols.

Esse é Pelé.

NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade