PC cumpre mandado e prende dois por roubo e tráfico de entorpecente

Ação apreende drogas, dinheiro, celulares e simulacro de arma de fogo

355
Materiais apreendidos no cumprimento dos mandados de busca (foto: divulgação Polícia Civil)
Da redação

Dois jovens, de 19 e 28 anos, foram presos pela Polícia Civil, por meio de mandados de busca e apreensão cumpridos na manhã de segunda-feira, 17. A ação ocorreu nos bairros Valinho e Jardim Mantovani.

Conforme investigadores da Delegacia Central de Tatuí, a operação contou com apoio de equipes da Guarda Civil Municipal e resultou na prisão de Erik Mateus Matos Pereira, 19, e David Ramom Soares Paes Vieira, 28.

As prisões foram resultado das investigações de um assalto, ocorrido na noite de 19 de fevereiro, em um depósito de gás localizado no Jardim 11 de Agosto. Eles agrediram um funcionário e levaram dois celulares e R$ 1.200.

Conforme o documento, às 20h44, o gerente estava trabalhando com dois funcionários (um jovem e uma mulher) quando os dois indivíduos, usando tocas “ninja”, aproveitaram que um caminhão estava descarregando gás para entrarem na empresa.

Segundo o boletim, os sujeitos anunciaram o assalto, sendo que um deles ficou apontando uma arma de fogo a um funcionário, enquanto o outro fez menção de que também estaria armado. O funcionário confrontou os ladrões, os quais ameaçaram atirar nele.

De acordo com o BO, os bandidos exigiram que o gerente passasse o dinheiro e, na sequência, pegaram dois celulares, um da empresa e o da funcionária. O empregado mais novo recusou-se a entregar o aparelho dele e levou um soco no rosto, desferido por um dos assaltantes.

Ainda conforme o BO, próximo à porta do depósito da distribuidora, um dos ladrões tirou a touca e ameaçou atirar, caso alguém fosse atrás deles. Posteriormente, deixaram o local, caminhando em direção à avenida Zilah de Aquino.

Com as características dos criminosos detalhadas pelas vítimas, as investigações conseguiram identificar os dois suspeitos e a PC apresentou ao Judiciário um pedido de mandado de busca domiciliar e prisão temporária.

Com a autorização da Justiça, os policiais estiveram primeiro na casa de Vieira, no bairro Valinho. Conforme a PC, no imóvel, foram apreendidos dois celulares, um simulacro de arma de fogo, dois “arbustos de maconha”, dentro de vasos, e uma porção da mesma droga pronta para consumo, além de duas facas com resquícios de droga, vários “sacolés” e um soco inglês.

Ainda segundo a PC, no endereço de Pereira, no Jardim Mantovani, foram apreendidos 34 porções de maconha (33 pequenas e uma média), quatro pinos de cocaína, uma balança, um celular e R$ 294 em dinheiro.

Os acusados foram encaminhados à Delegacia Central, onde acabaram reconhecidos pelas vítimas. De acordo com o setor de investigações, as testemunhas ainda reconheceram o simulacro de arma utilizado no assalto.

Com isso, os dois devem responder pelo crime de roubo. Além disso, Pereira foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Conforme a PC, os investigados possuem histórico criminal por envolvimento em crimes de cunho patrimonial e tráfico de drogas.