O Progresso divulga vencedores de certame em especial neste domingo

297





Os nomes, os trabalhos e um pouco da história dos vencedores da 19ª edição do Concurso Artístico e Literário de Natal, realizado pelo jornal O Progresso, serão divulgados neste fim de semana. A relação dos alunos premiados consta em caderno especial que será encartado na edição deste domingo, 22.

A publicação preparada como um “presente de Natal” aos leitores e vencedores terá 20 páginas “recheadas”, contendo reproduções de desenhos e redações dos alunos vencedores, além de dezenas de outros trabalhos destacadas pelo corpo de jurados.

O especial tem oito páginas a mais que o caderno que circulou no ano passado e traz, ainda, as tradicionais mensagens de fim de ano de empresas e instituições. Contém, também, imagens das entregas dos prêmios pelos patrocinadores.

Na 19a edição, dez jurados ficaram responsáveis pela escolha dos premiados. Na modalidade redação, participaram da seleção as professoras Leila Salum Menezes da Silva, Cimira Cameron, Almira Porciúncula e Ana Maria Carnielli Assumpção e a jornalista Deise Juliana de Oliveira Voigt.

Em desenho, a escolha dos vencedores ficou a cargo dos artistas plásticos Domingos Jacob Filho, o Mingo Jacob, Jaime Pinheiro (que também é cenógrafo e professor do Conservatório), da Carmelina Monteiro do caricaturista e professor Bruno Venâncio Lopes e do publicitário Fábio Antunes dos Santos.

Os profissionais avaliaram desenhos e redações divididos em grupos de ano escolar. Conforme o regulamento, os estudantes puderam competir nas duas modalidades, mas estiveram separados em 1º, 2º e 3º ano; 4º e 5º; 6º e 7º; e 8º e 9º.

Aos oito premiados somaram-se mais dois vencedores. Eles são alunos da Escola de Educação Especial “Wanderley Bocchi”, mantida pela Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). A instituição integra a iniciativa do jornal O Progresso desde o ano 2011, nas categorias chamadas de “especiais”.

Outra novidade deste ano é o aumento do prêmio. Em 2013, o certame cultural distribuiu R$ 2.500 aos vencedores. Cada um dos escolhidos recebeu R$ 250, valor entregue pelos patrocinadores.

O concurso é realizado desde o ano de 1995 com apoio de empresas. Patrocinaram o certame cultural, em 2013, a Paulo Motos, a escola de idiomas CCAA, a clínica Alergoclin (Cevac), a farmácia de manipulação Prudente Fórmulas, o Palácio do Sorvete, e as lojas Sempre Bella Lingerie, Maricota e Picida.

Com exceção dos alunos vencedores da Apae – que receberam os R$ 250 na Escola de Educação Especial – todos os demais vencedores retiraram os prêmios nos estabelecimentos comerciais parceiros da iniciativa. As entregas tiveram início no final de novembro e seguiram até o sábado passado, 11.