O faz me rir

5652
Arquivo Cláudio Aldecir

Uma versão romântica de um bolero, denominado Faz-me rir, cantado aqui por Edith Veiga, em 1961, fazia tanto sucesso, que logo o jeito jocoso e descontraído do torcedor de futebol, acabou apelidando o time corinthiano de “ faz-me rir”.

Eram derrotas sequenciais. Foram até no Flamengo, buscar reforços, como Beirute, Adilson, Manoelzinho, Espanhol, mas, não teve jeito, somente em 1977, voltaria a ganhar o título paulista.

A foto é de 25 de janeiro de 1962, feriado na cidade de São Paulo e o Tricolor recebia, no ainda novinho estádio do Morumbi, o alvinegro para um amistoso, final 2 X 1 para o time da casa.

Treinador Martim Francisco escalou, Ado, Augusto, Oreco, Ferreirinha , Eduardo e Ary. Espanhol, Manuelzinho, Beirute, Rafael e Neves.

Ficou na história do futebol, esse período ruim da equipe mosqueteira.

NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade