Números da Covid apresentam reduções

Novas infecções e óbitos diminuem na semana em que Tatuí chegou a 10 mil casos

152
Publicidade
Da redação

Após quase três meses, o balanço semanal da Covid-19 no município voltou a apresentar queda, desta vez tanto das contaminações quanto dos óbitos provocados pela doença.

Antes dos sete dias mais recentes, referentes a sábado, 10, até sexta-feira, 16, a última vez em que os dados da Secretaria Municipal de Saúde indicaram reduções simultâneas nos números de exames positivos e mortes notificadas foi no período de 16 a 23 de janeiro.

Conforme dados atualizados pela Vigilância Epidemiológica, órgão da pasta da Saúde, no atual período, foram notificados 23 falecimentos em virtude da doença.Apesar da redução de 32,35%, esse número ainda faz do período o segundo mais letal desde o início da pandemia, em março de 2020.

A semana com o maior número de óbitos em decorrência da doença foi justamente a anterior, entre os dias 3 e 9 deste mês, quando o órgão municipal confirmou 34 mortes pela doença, superando qualquer um dos períodos correspondentes às semanas anteriores.

Até terça-feira, 13, Tatuí somava 241 vítimas fatais do coronavírus, com a doença ainda matando mais homens que mulheres. Ao todo, 109 mulheres (79 na faixa dos 60 anos e 30 entre 29 e 59 anos) e 132 homens (97 acima dos 60 anos e 35 entre 29 e 59 anos) haviam falecido.

Publicidade

As mortes mais recentes foram informadas na manhã de quinta-feira, 15, com a comunicação de dois óbitos. Eles ocorreram no dia anterior, na unidade de terapia intensiva da Santa Casa de Misericórdia. Uma das vítimas era uma idosa de 76 anos, que faleceu às 5h18, e a outra, um homem de 61 anos, que morreu às 6h14.

O relatório epidemiológico divulgado na quarta-feira, 14, notificou a morte de uma mulher de 71 anos. Conforme o órgão municipal, a vítima veio a óbito na segunda-feira, 12, enquanto estava internada na UTI do hospital público.

O boletim mais recente da VE, publicado na manhã de sexta-feira, 16, não indicou nenhum óbito confirmado com a doença nas 24 horas anteriores.

Desta forma, Tatuí quebrou uma sequência negativa que durava exatos 30 dias. Todos os relatórios diários, entre 17 de março e quinta-feira, 15, notificaram mortes pela Covid-19.

Sem falecimentos após um mês, até esta sexta-feira, Tatuí havia contabilizado 244 vítimas fatais do novo coronavírus, sendo 111 mulheres (81 na faixa dos 60 anos e 30 entre 29 e 59 anos) e 133 homens (98 acima dos 60 anos e 35 entre 29 e 59 anos).

Os números representam taxa de 2,41% de letalidade – índice calculado pelo número de óbitos em comparação à quantidade total de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus.

Tatuí ultrapassou, na quinta-feira, 15, a marca de 10 mil casos positivos do novo coronavírus.No entanto, apesar disso, houve queda na curva de contaminações da doença nos sete dias mais recentes, que atingiu 22,85% em comparação à semana passada.

No atual período, a VE informou que 422 moradores receberam resultados positivos, enquanto, na semana anterior, foram confirmados 547 casos da doença.

Em relação ao pico de infecções, até o momento (entre os dias 27 de março a 2 de abril deste ano), quando 648 casos foram notificados, a redução é de 34,88%.

A média de diagnósticos, entre sábado e sexta-feira, foi de 60,28 infectados por dia e 2,51 por hora. No período, a cidade contabilizou 1.598 novas notificações da doença, confirmou 422 e descartou 1.226 casos suspeitos.

Até terça-feira, 13 (data de fechamento da edição anterior), o município havia registrado39.850 notificações, sendo nove casos suspeitos aguardando resultados dos testes, 29.921 descartes e 9.920 confirmações.

Na quarta-feira, 14, além de uma morte, a VE apontou 70 novos casos positivos, 254 suspeitos e 177 descartados. No dia seguinte, além dos óbitos, foram confirmados 67 novos casos positivos, 287 suspeitos e 212 descartados. E nesta sexta-feira, o órgão somou mais 72 casos positivos, 240 suspeitos e 178 descartados.

De acordo com o boletim epidemiológico mais recente, divulgado às 10h44 de sexta-feira, Tatuí possuía 40.631 notificações da doença, sendo 14 casos suspeitos aguardando resultado dos testes, 30.488 descartados e 10.129 positivos.

Dos confirmados, 9.561 pacientes já estavam recuperados e 324 ainda permaneciam em tratamento: 75 em hospitais e 249 em isolamento domiciliar. Dos casos suspeitos, 14 seguiam em tratamento: três em hospitais e 11 em casa.

Como agravante, a ocupação dos leitos da unidade de terapia intensiva, destinados ao tratamento de pacientes com Covid-19 ou suspeita da doença, mantinha-se com lotação acima de 100%, desde o dia 3 de março – ou seja, por 45 dias consecutivos.

Conforme a pasta da Saúde, a situação é a mesma na ala clínica reservada aos pacientes da Covid-19. No espaço, os leitos estavam com lotação máxima desde o dia 12 de março – por 36 dias seguidos.

O órgão afirma que a Santa Casa tem capacidade para dez leitos de UTI, no entanto, devido à ampliação de atendimento, estavam internados 19 pacientes com Covid-19 na UTI – taxa de ocupação era de 190%.

A VE ainda informa que os leitos clínicos para tratamento de Covid-19 no hospital público comportam 22 pacientes. Porém, em virtude da ampliação de leitos, estavam internados 37 pacientes, culminando em taxa de ocupação de 168%.

No hospital particular, estavam internados 25 pacientes, sendo 15 na UTI, com quadros que inspiravam cuidados, e dez no isolamento, com quadros estáveis.

Vacinação em Tatuí

O órgão da Secretaria de Saúde ainda informou ter aplicado, até às 9h de sexta-feira, 16, 22.006 doses das vacinas Coronavac e da Oxford/AstraZeneca, das quais 15.866 são referentes à primeira dose e 6.140, à segunda.

Publicidade