Nova ‘OS’ assume a gestão da UPA Tatuí em ação emergencial

113
Beneficência Hospitalar de Cesário Lange assume a unidade de forma emergencial
Publicidade
Da redação

Nesta semana, a UPA (unidade de pronto atendimento) “Augusto Moisés de Menezes Lanza” começou a ser administrada por uma nova organização social. O anúncio foi feito pela prefeitura nesta segunda-feira, 21, por meio de nota à imprensa.

De acordo com a assessoria de comunicação do Executivo, a prefeitura rescindiu o contrato com o Instituto Innovare e a organização Beneficência Hospitalar de Cesário Lange assumiu a unidade de forma emergencial.

O Innovare venceu concorrência pública em março do ano passado, e a prefeita Maria José Vieira de Camargo assinou o contrato e a ordem de serviço com a organização social no dia 16 de julho.

O contrato, com prazo de 12 meses, seria encerrado em julho, entretanto, a prefeitura alega que a OS não comprovou “de forma satisfatória” o cumprimento das metas fiscais e financeiras estipuladas para a gestão da unidade hospitalar.

Ainda em nota sobre a mudança da gestão, a prefeitura afirma ter mantido o atendimento “sem prejuízo à população”. Segundo o Executivo, a ação é temporária, visto que “o processo licitatório para contratação de uma nova empresa gestora está em andamento”.

Publicidade

A abertura da licitação foi anunciada na semana passada, após o município ter assumido os pagamentos dos servidores da unidade, também de forma emergencial, até a contratação oficial de uma nova organização social.

Publicidade