Notas policiais

404
  • Dois homens em uma moto furtam mulher na área central

Uma operadora de caixa de 25 anos acabou furtada, na tarde de domingo, 21, próximo ao local de trabalho dela, na área central. Os bandidos fugiram levando a bolsa da vítima e, entre os itens subtraídos, somente o celular foi recuperado. O crime só informado no plantão policial na manhã de terça-feira, 23.

Segundo relatado, por volta das 17h, a mulher estava quase chegando na pizzaria onde trabalha quando dois indivíduos desconhecidos, em uma moto preta, exigiram que ela entregasse a bolsa. Com medo, ela entregou o objeto, com documentos pessoais e da moto, um relógio, chaves e R$ 400, e os ladrões fugiram do local.

Na sequência, conforme relatando, ela correu até a pizzaria para averiguar as imagens filmadas pelo sistema de monitoramento. Pouco depois, utilizando o computador do estabelecimento, a vítima conseguiu rastrear o sinal do celular em um terreno baldio, na travessa Walter Bosso, próximo ao Jardim Tóquio.

A vítima disse à PC que, nesse momento, telefonou para um conhecido dela, o qual entrou em contato com uma viatura policial para ir ao local. Posteriormente, agentes encontraram o celular e devolveram-no à vítima.


  • GCM prende dupla tentando furtar creche em construção

A Guarda Civil Municipal prendeu dois homens em flagrante, na noite de quarta-feira, 24, às 23h10, acusados de tentar furtar uma creche em construção no bairro Santa Cruz. A corporação capturou os acusados ainda no local.

De acordo com a GCM, uma equipe recebeu denúncia informando que havia pessoas dentro da obra. Chegando no local, os agentes notaram que o portão estava amarrado com arames e, pouco depois, entraram com apoio de outras guarnições.

Conforme o boletim de ocorrência, foram encontrados itens ensacados e espalhados por vários cômodos, incluindo: 6 latas de tinta, 14 torneiras, 10 chuveiros, 1 painel e diversos disjuntores, 5 rolos de fios, tomadas e interruptores, 22 sifões, 10 cabos flexíveis, 7 válvulas de pia, 5 bolsas com ferramentas e 1 roteador Wi-fi, além de peças de metal.

Em continuidade, conforme a corporação, os guardas localizaram um dos suspeitos, um porteiro de 44 anos, escondido em um dos cômodos, e, em seguida, encontraram o segundo indivíduo, um serralheiro de 41 anos, no quintal, em meio ao mato alto.

Ainda segundo o boletim, os acusados, identificados como Wagner Alves Waki, 44, e Ricardo Martins César, 41, foram conduzidos ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes. Lá, eles receberam voz de prisão e permaneceram detidos.


  • Jovem furta boné de R$ 15 e devolve, mas termina detido

Um autônomo de 22 anos foi detido, na tarde de quinta-feira, 25, por furtar uma loja situada na região central. O sujeito chegou a devolver o item subtraído a funcionárias do estabelecimento, porém, acabou capturado pela Guarda Civil Municipal pouco depois.

Conforme a GCM, por volta das 15h, uma guarnição foi acionada, via rádio, para atender à ocorrência de furto na loja, recebendo informações sobre as características do sujeito que furtara o boné, comercializado por R$ 14,99.

Posteriormente, segundo a corporação, os guardas localizaram o suspeito na Praça da Matriz. Ele tentou fugir e foi capturado, porém, nada de ilícito foi encontrado. Os agentes conduziram-no até a loja e as funcionárias disseram já ter recuperado o boné, mas reconheceram-no como a pessoa que havia praticado o furto.

De acordo com o boletim de ocorrência, o jovem foi levado ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes. Lá, confirmou que furtara o boné, mas contou tê-lo devolvido, ao ser acompanhado pelas funcionárias da loja. O acusado recebeu voz de prisão com possibilidade de fiança arbitrada em R$ 1.100.


  • Trio acusado de furto e roubo é ‘pego’ com arma e maconha

Três homens foram presos preventivamente, na noite de quinta-feira, 25, na área central, acusados de roubo. Durante ação, a Polícia Militar recuperou duas placas automotivas. Ainda, entre os itens apreendidos com os suspeitos, estavam um simulacro de arma de fogo e uma porção de maconha.

Por volta das 21h20, conforme a PM, uma equipe fazia patrulhamento pela rua 13 de Fevereiro quando abordou um Chevrolet Agile com três indivíduos. Em buscas, os policiais constataram que as duas placas afixadas no carro pertenciam a um outro veículo, um Uno.

Questionados a respeito, segundo a PM, o condutor de 25 anos afirmou que, acompanhado dos outros dois jovens, de 18 e 19 anos, havia furtado as placas de um veículo estacionado na via Adalto Pereira, na vila Minghini, e as afixado no Agile, “para praticar roubos” e não ser identificado.

Posteriormente, a dona do Uno foi contatada e contou que ainda não havia percebido a falta do par de placas.

Conforme a corporação, em busca contínua no Agile, os agentes encontraram um simulacro de arma de fogo, uma porção de maconha no porta-luvas e uma barra de ferro, além das placas originais do veículo. O condutor disse que o carro está em nome de uma pessoa de Sorocaba, mas pertence à avó dele.

Segundo o boletim de ocorrência, os policiais perguntaram sobre eventual participação deles em recentes crimes ocorridos no município e o trio confessou ter roubado uma doceria duas vezes

Em pesquisa criminal, o condutor do Agile constou como foragido da Justiça, por falta de pagamento de pensão alimentícia.

Ainda de acordo com o boletim, o trio suspeito, identificado como Weliton Gustavo Sartori de Queiroz, 25, Éric Henrique Silva Diniz, 19, e Gabriel César de Lima Bresciani, 18, foi levado à Central de Flagrantes. Lá, eles acabaram presos preventivamente, devido aos roubos à doceria.