Notas policiais

603
  1. Idoso toma golpes de capacete e desmaia após entregar pães

Um idoso de 74 anos foi agredido com golpes de capacete, no dia 31 de maio, na vila Santa Adélia. A vítima acredita que o agressor tenha sentido ciúmes de ele ter entregado pães a uma amiga. Um boletim de ocorrência de lesão corporal foi registrado somente na terça-feira, 8.

Segundo relatado, por volta das 18h30, ele compareceu na casa de uma amiga para entregar pães. No entanto, “do nada”, um indivíduo começou a acertar vários golpes com o capacete na cabeça do idoso, fazendo-o desmaiar momentaneamente. Após o ocorrido, a vítima foi atendida na UPA (unidade de pronto atendimento).

Conforme o boletim, o idoso conhece o agressor, o qual, anteriormente, havia residido em uma casa no mesmo imóvel da amiga dele, para dividirem o aluguel. O idoso crê ter sido agredido por ciúmes, apesar de não ter tido qualquer envolvimento amoroso com a amiga.


  • Local alugado pela prefeitura sofre invasão e furto na ‘NT’

Um imóvel localizado na avenida Virgílio Montezzo Filho, na Nova Tatuí, foi invadido e teve uma série de itens furtados. O local é alugado pela prefeitura e deixou de ser sede do Caps (Centro de Atenção Psicossocial) há menos de um mês. O crime foi informado no plantão policial na terça-feira, 8.

Conforme relatado por uma funcionária pública municipal, por volta das 11h30, ela foi até a antiga sede do Caps para verificar como o local estava. O imóvel já se encontrava sem os móveis, pois havia sido desocupado em 14 de maio.

Ao entrar no local, segundo relatado, a servidora constatou que uma porta e uma janela haviam sido arrombadas. Além da fechadura da janela danificada, ainda foram subtraídos todos os 14 acabamentos de registros dos cinco banheiros, seis torneiras, três chuveiros elétricos, fechaduras das portas, motor e luzes do interior da piscina.


  • Celular de R$ 2.000 é furtado de funcionário em empresa

Um operador de máquinas de 21 anos teve o celular furtado de dentro da empresa onde trabalha, na rodovia Gladys Bernardes Minhoto (SP-129). O caso aconteceu na manhã de terça-feira, 8, e a vítima registrou o boletim de ocorrência no final da tarde.

De acordo com o documento, ao chegar ao local de trabalho, o operador de máquinas guardou os pertences em um armário no vestiário. Ao retornar ao vestiário, por volta das 11h, notou que o armário estava com cadeado aberto.

O funcionário disse à PC que, quando abriu o armário, percebeu que a blusa dele estava revirada e sentiu falta do celular dele, da marca Samsung, modelo Galaxy M31, avaliado em R$ 2.298,88. Ele informou o ocorrido aos supervisores antes de comparecer à Delegacia Central.


  • Carro furtado é encontrado a 200 metros do local do crime

O veículo de uma terapeuta ocupacional acabou sendo furtado enquanto ele trabalhava, na vila Primavera. Um cunhado da vítima localizou o carro a cerca 200 metros de distância, em outra rua do bairro. O caso aconteceu na segunda-feira, 7.

Conforme relatado, a terapeuta estacionou o veículo na rua Fernando Costa. Ao término do expediente, por volta das 17h, constatou que o carro havia sido furtado.

Ela pediu ajuda ao administrador do prédio onde trabalha e a um cunhado, que passou a procurar o carro. Pouco depois, o parente encontrou o automóvel abandonado na travessa Francisco Vieira de Camargo.

A vítima disse à PC que o carro foi furtado mediante ligação direta, o que danificou componentes elétricos. Ela aguardou a chegada de uma viatura da Guarda Civil Municipal e, depois, acionou um guincho para conduzir o carro até a casa dela, em Sorocaba.


  • Homem solto da prisão há um mês é capturado com drogas

Um jovem de 18 anos acabou capturado, na tarde de terça-feira, 8, acusado de tráfico de entorpecentes na vila Angélica. Durante a ação, a Guarda Civil Municipal apreendeu porções de maconha e cocaína, além de um celular e dinheiro.

Segundo a corporação, por volta das 18h, uma equipe recebeu denúncia anônima informando que, pela rua José Orsi, um jovem “conhecido dos meios policiais” estava comercializando drogas.

Ao notar a presença da guarnição, conforme a GCM, o suspeito tentou fugir, subindo em telhados de algumas residências, e dispensou a blusa, a camiseta e o boné que estava usando, além de uma sacolinha plástica.

De acordo com a GCM, os agentes capturaram o jovem no quintal de um imóvel. Entre os itens dispensados durante a fuga, os guardas encontraram 14 porções de maconha e 12 de cocaína, na sacolinha. Nas roupas, ainda estavam mais quatro porções, sendo duas de maconha e duas de cocaína, além de R$ 12.

Conforme a corporação, o suspeito confessou aos guardas civis que estava vendendo drogas no local e ainda informou ter deixado o sistema prisional há aproximadamente um mês. Ele foi levado à Central de Flagrantes e recebeu voz de prisão, permanecendo à disposição da Justiça.