Notas policiais

555
  • Balconista é vítima de golpe e ameaçada por estelionatário

Uma balconista de 39 anos, moradora da vila Esperança, sofreu golpe ao pensar estar solicitando um empréstimo bancário. Além de embolsar dinheiro, os estelionatários ainda ameaçaram a vítima. O caso foi informado na DC na tarde de quinta-feira, 3.

Segundo relatado, na segunda-feira da semana passada, 30 de novembro, por volta das 13h, a balconista solicitou um empréstimo, no valor de 10 mil, a uma instituição financeira chamada “Millennium Bank”.

A empresa teria informado que a balconista devia efetuar um depósito de R$ 300 e, na sequência, pedido mais R$ 700 para que a “Receita Federal aceitasse o pedido de empréstimo”. A balconista teria depositado os R$ 1.000 na mesma tarde.

Conforme relatado, a instituição afirmou que os R$ 10 mil estariam na conta da balconista em, aproximadamente, 20 minutos. Entretanto, ela não recebeu o valor dentro do prazo e aguardou até o dia seguinte, sem sucesso.

A vítima disse à PC que começara a ligar e enviar mensagens, via WhatsApp, questionando. Porém, a empresa começou a “ameaçá-la”, alegando que sabiam onde a balconista mora e que iriam “machucar ela e os familiares”.


  • Mulher tem ‘app’ apagado do celular ao participar de sorteio

Uma auxiliar de vendas de 38 anos, residente no bairro San Raphael, teve a conta dela no WhatsApp apagada do celular, na sexta-feira, 4, ao tentar participar de um suposto sorteio. Ela registrou o boletim de ocorrência com receio de o número ser utilizado para aplicar golpes.

Conforme o documento, a auxiliar foi adicionada por um suposto perfil de um resort no Instagram e convidada a participar do sorteio de hospedagem. Para se cadastrar ao sorteio, ela informou dados pessoais e o número do telefone.

Segundo o boletim, após informar todos os dados, a auxiliar recebeu uma mensagem, pedindo para que completasse um código. Ela seguiu a orientação e, logo depois, a conta dela no WhatsApp “desapareceu” do aparelho.

Ainda de acordo com o BO, ciente de que caíra em “armadilha”, a vítima contatou a Polícia Militar, sendo orientada a registrar o boletim de ocorrência. Até o momento do registro, a auxiliar não havia sofrido nenhum prejuízo financeiro.


  • Dupla é presa com maconha e cocaína no São Cristóvão

Dois homens, de 19 e 39 anos, acabaram presos, na noite de sábado, 5, por volta das 19h30, suspeitos de associação e tráfico de entorpecentes na vila São Cristóvão. Com a dupla, a Guarda Civil Municipal apreendeu porções de cocaína e maconha, além de celular e dinheiro.

De acordo com a GCM, uma equipe foi informada, via rádio, de que dois indivíduos estariam comercializando entorpecentes, próximos a uma quadra poliesportiva, na rua Mário Baiardi. Os denunciantes ainda indicaram que a dupla escondia as drogas em um cano, junto à calçada.

Segundo a GCM, no local apontado, os agentes localizaram os dois sujeitos sentados na calçada. Em revista pessoal, os guardas encontraram, com o ajudante de 19 anos, um celular e R$ 100. O servente de 39 anos não carregava nada de ilícito.

Contudo, conforme a GCM, ao lado do servente, os guardas localizaram dois pinos com cocaína. Ao verificarem o cano, os agentes encontraram mais seis pinos com cocaína e uma porção de maconha. Questionados, os homens negaram ser os donos das drogas.

Os acusados, João Vitor de Lima Oliveira (19) e Rafael Lopes Gama (39), receberam voz de prisão e foram conduzidos ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto”. Na sequência, foram levados à Central de Flagrantes, onde permaneceram detidos, à disposição da Justiça.


  • Tatuiano é roubado enquanto entregava mercadorias em SP

Um entregador de 35 anos acabou roubado, no início da tarde de sexta-feira, 4, enquanto realizava uma entrega em São Paulo. O crime foi cometido por dois indivíduos, que aparentavam ser moradores de rua. A vítima registrou o boletim de ocorrência somente na manhã de domingo, 6.

De acordo com o documento, por volta das 13h30, o tatuiano estava na capital paulista para realizar uma entrega de frangos congelados em um estabelecimento comercial na rua Junqueira Freire, no bairro Liberdade.

Segundo o boletim, o entregador desceu do caminhão e passou a nota fiscal do produto ao comerciante, o qual pediu para ele aguardar e fechou a porta do estabelecimento. Enquanto esperava o comerciante, dois sujeitos abordaram o entregador.

Conforme o BO, um dos bandidos se aproximou, dizendo: “Perdeu, perdeu. Passa a carteira, celular…”. O indivíduo estava com uma das mãos por dentro da camiseta, fazendo menção de que estaria armado, enquanto o outro ficou dando “cobertura”. Eles fugiram, levando o celular da vítima.


  • Motorista quebra perna de homem sentado em calçada

Um vendedor de 48 anos teve a perna esquerda quebrada ao ser atingido por uma caminhonete, na rua Marechal Floriano Peixoto, na área central. O acidente aconteceu na tarde de sábado, 5, e a mãe da vítima informo-o ao plantão policial na noite do dia seguinte.

Conforme relatado pela mãe, o vendedor estava sentado na calçada quando uma caminhonete, da cor prata, que transitava pela via, atingiu as pernas dele, quebrando-lhe a esquerda. O condutor fugiu do local sem prestar socorro.

Segundo relatado, populares acionaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o vendedor foi encaminhado à Santa Casa de Misericórdia. A mãe disse à PC que a vítima não possui inimizades e não conseguiu anotar a placa da caminhonete.