Notas policiais

300
  • Indivíduos armados invadem pátio a procura de motocicleta

Um homem de 47 anos, funcionário de um pátio de recolhimento de veículos, e a esposa dele, de 42, acabaram rendidos por três indivíduos – dois deles armados – a procura de uma motocicleta.

O caso aconteceu na rodovia Gladys Bernardes Minhoto, a SP-129, na noite do dia 19 de março. Contudo, a proprietária do pátio compareceu à Delegacia Central para registrar o boletim de ocorrência somente na tarde de sexta-feira, 8.

Conforme o documento, por volta das 21h, o funcionário foi ao pátio para verificar o motivo de os cachorros estarem fazendo barulho. Lá, acabou rendido por dois homens armados e encapuzados. Os indivíduos ordenaram que ele ficasse em silêncio para que os cachorros se acalmassem.

Logo depois, a esposa do funcionário teria ido ao local e sido surpreendida ao ver os homens apontando as armas para a cabeça do marido. Os sujeitos também teriam rendido a mulher e pegado os celulares do casal.

Segundo o boletim, as vítimas viram um terceiro indivíduo percorrendo todo o pátio, mas não encontrando a motocicleta que eles queriam. Na sequência, o casal foi amarrado dentro de um quarto e os homens permaneceram no pátio por mais 30 minutos, de onde foram embora levando apenas os celulares e um estepe.

O casal teria levado cerca de uma hora e 30 minutos para conseguir se soltar. Eles acionaram a Polícia Militar e, posteriormente, foram orientados a comparecer ao plantão policial para comunicar o crime.


  • Homem que oferecia carona para amigo é acusado de furto 

A Guarda Civil Municipal foi acionada por populares, na manhã de domingo, 10, na região central, para atender a uma ocorrência entre dois homens que estavam discutindo ao lado de um veículo parado no meio da rua, próximos a uma feira.

De acordo com a GCM, um auxiliar de produção de 26 anos informou que estava em uma festa com o amigo (um ajudante de 38 anos), na qual ingeriram bebidas alcoólicas e da qual pegara carona com ele para voltar embora.

Ao chegar em casa, a vítima percebeu que estava sem o celular e uma corrente de prata e, assim, acusou o amigo de ter furtado os pertences.

Segundo a GCM, o condutor do veículo confirmou que haviam bebido na festa e tinha dado carona ao auxiliar, porém, negou o crime. Os guardas realizaram buscas no interior do automóvel e conseguiram localizar somente o celular do auxiliar.

Na sequência, os dois homens teriam mencionado aos agentes que mais um homem havia pegado carona no veículo. Entretanto, além de o cidadão não estar no local, os amigos não souberam informar o nome dele ou o endereço no qual poderia ser localizado.

Conforme o boletim de ocorrência, os dois homens foram levados ao plantão policial e liberados. Após apresentação da nota fiscal, o celular foi devolvido ao auxiliar. Já o veículo do ajudante estava com o CRLV (Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo) vencido e ficou apreendido.


  • Auxílio emergencial ‘financia’ compra de dezenas de drogas

Um pedreiro de 34 anos foi detido, na noite de sexta-feira, 8, acusado de tráfico de entorpecentes na vila Angélica. Com ele, a Polícia Militar apreendeu porções de maconha, crack e cocaína, além de sacos de embalar drogas e R$ 150.

Conforme a PM, uma equipe da Força Tática fazia patrulhamento quando recebeu denúncia anônima de que um homem estaria vendendo drogas na residência dele, na rua Farid Sallum, e que guardaria os entorpecentes em uma viela próxima.

Posteriormente, o denunciado estava na garagem do imóvel indicado e, ao avistar a viatura, teria corrido para se esconder. No entanto, acabou deixando o portão aberto e os policiais entraram para abordá-lo.

De acordo com o boletim de ocorrência, mesmo sabendo da denúncia, o sujeito autorizou que os agentes fizessem buscas na casa. Os policiais localizaram 27 pedras de crack e quatro porções de cocaína na cozinha, um papelote de maconha na sala e R$ 150 com o denunciado – ainda segundo o BO.

Questionado, o pedreiro teria alegado ser usuário de drogas e utilizado os R$ 600 do auxílio emergencial liberado pelo governo para comprar mais entorpecentes. Na sequência, os agentes teriam encontrado mais 30 porções de maconha e embalagens plásticas na viela próxima à casa do sujeito.

O acusado, identificado como Eliomar Ribeiro Alves, foi conduzido ao Pronto-Socorro Municipal “Erasmo Peixoto” e, depois, à Central de Flagrantes. Lá, recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e permaneceu à disposição da Justiça.


  • Rodoviária apreende 10 kg de maconha na Castello Branco

Um adolescente de 17 anos foi apreendido, na tarde de sábado, 9, suspeito de transportar drogas em um ônibus na rodovia Castello Branco, a SP-280. Durante a ação, a Polícia Militar Rodoviária localizou e recolheu 14 tijolos de maconha.

De acordo com a PMR, agentes realizavam uma blitz em frente ao batalhão, no quilômetro 129 da SP-280, e deram ordem de parada a um ônibus que transitava no sentido interior à capital.

Segundo a PMR, um adolescente que viajava no ônibus demonstrou nervosismo durante a abordagem. Após ser indagado, ele confessou que estava transportando dez quilos de maconha dentro da mala, guardada no bagageiro do coletivo.

O adolescente recebeu voz de apreensão e foi encaminhado à Central de Flagrantes. Além do entorpecente, os policiais militares rodoviários recolheram um celular e R$ 92 com o jovem.