Notas policiais

656
  • Idoso tenta trocar de celular, mas aparelho acaba furtado

Um aposentado de 70 anos acabou tendo o celular furtado na manhã de terça-feira, 10, na região central. A vítima queria trocar o aparelho, mas um indivíduo acabou furtando-o.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 9h30, o idoso esteve no Mercado Municipal “Nilzo Vanni”, conversando com algumas pessoas a procura de alguém que aceitasse trocar o celular com ele.

Um rapaz, “de mais ou menos, 20 anos”, teria aceitado a proposta do aposentado. Contudo, teria pedido para que o idoso o encontrasse em frente à Escola Estadual “Chico Pereira”, para que tivesse tempo de buscar um celular para a troca.

Ao se encontrem em frente à escola, o indivíduo teria pedido para pegar o celular para “poder ver melhor”. Em posse do aparelho, o rapaz se afastou do idoso e fugiu correndo.


  • Mulher tem R$ 50 mil levados em invasão de casa no centro

Uma comerciante teve a residência dela, na região central, invadida e R$ 50 mil, furtados. O caso aconteceu na manhã de segunda-feira, 2, porém, a vítima só fez a comunicação do crime à Polícia Civil dez dias depois.

Conforme relatado, às 6h50, a mulher teria deixado a residência para ir ao estabelecimento que possui e retornado por volta das 10h. Nesse momento, ela teria encontrado a porta da cozinha arrombada e notado a falta de R$ 50 mil que estavam em uma gaveta de uma cômoda, no quarto.

De acordo com o boletim de ocorrência, pelo fato de ter ficado muito nervosa, a vítima optou por não acionar a Polícia Militar ou a Guarda Civil Municipal, decidindo retornar ao estabelecimento dela.

Cerca de duas horas depois, uma vizinha teria informado à comerciante que o cadeado do portão da casa dela havia sido estourado, mas que nada fora furtado. A vítima disse à PC que o indivíduo deve ter entrado na residência vizinha para conseguir invadir o imóvel dela pelos fundos.


  • Indivíduos ameaçam e roubam R$ 600 de loja no Res. Astória

Um estabelecimento comercial, situado no Residencial Astória, acabou sendo roubado na tarde do dia 6. Dois homens teriam ameaçado o dono da loja para levar todo o dinheiro do caixa. A vítima só registrou o boletim de ocorrência no plantão policial na tarde de quinta-feira, 12.

Conforme o documento, às 17h, dois indivíduos chegaram a pé ao estabelecimento com os rostos cobertos por camisetas. Um deles estava com um facão e o outro fez menção de estar armado, mas a vítima não viu nenhuma arma de fogo.

O indivíduo com o facão teria exigido que o comerciante lhe entregasse tudo o que tinha e dito que, se fizesse qualquer movimento, o mataria. A vítima teria aberto o caixa e dito que tudo o que tinha estava ali, enquanto o segundo homem ordenou que retirasse a gaveta.

O comerciante disse à PC que os dois indivíduos levaram a gaveta do caixa com, aproximadamente, R$ 600. Ele afirmou que os dois homens têm “cerca de 1,80 metro de altura, são magros, de pele morena e, aparentemente, têm 30 anos”.


  • Ladrão diz para vítima ‘pensar na família’ em roubo a posto

Um posto de combustíveis, localizado na rua Teófilo de Andrade Gama, foi alvo de roubo na noite de quarta-feira, 11. Durante a ação, o indivíduo sugeriu que o frentista “pensasse na família” dele e lhe entregasse o dinheiro. A Polícia Civil foi informada do crime no dia seguinte.

Conforme relatado, às 22h30, após o frentista abastecer a motocicleta de um cliente, foi abordado por um homem “de pele morena com uma blusa preta enrolada na cabeça, trajando uma blusa vermelha de manga longa, calça jeans e tênis preto”.

O indivíduo teria anunciado o assunto e, fazendo menção de estar armado, exigiu que fossem à “salinha”. Dentro do escritório onde fica o cofre, o homem teria sacado uma arma de fogo e apontando-a à vítima, dizendo: “Onde está o dinheiro? Pense na sua família”.

Segundo o boletim de ocorrência, nesse momento, a vítima pegou R$ 121 que estavam no próprio jaleco e entregou-os ao indivíduo. Com o dinheiro, o homem fugiu, correndo em direção aos bairros Rosa Garcia e Jardim Santa Rita de Cássia.


  • Após falso depósito, vendedor entrega produtos e paga frete

Um ajudante de serralheiro, morador do CDHU “Orlando Lisboa de Almeida”, caiu em golpe após ter anunciado a venda de aparelhos eletrônicos na internet. Pensando ter recebido o depósito, o homem pagou o frete para que o estelionatário recebesse os produtos. O caso aconteceu na quarta-feira, 11.

Segundo relatado, no dia anterior, a vítima publicou no site “OLX” a venda de uma televisão e de um aparelho “TVBox”. Na quarta-feira, “Carlos” teria demonstrado interesse em adquirir os produtos eletrônicos por R$ 3.400, mas o ajudante tinha de pagar R$ 200 a um motorista de aplicativo, referente ao frete de entrega.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima aceitou a proposta e informou os dados bancários para receber o depósito do valor acertado. Carlos efetuou o suposto pagamento e enviou o comprovante bancário para que combinassem quando o motorista poderia buscar os aparelhos.

Ainda segundo o BO, o ajudante pagou os R$ 200 para o motorista fazer a entrega. Contudo, uma hora depois, a vítima verificou, pelo aplicativo do banco, que nenhum pagamento havia sido efetuado, pois o estelionatário depositara um envelope em branco para enganá-lo.