NOTAS POLICIAIS

297





Garçom entrega celular como garantia e acaba lesado na segunda

Um garçom de 61 anos teve o celular furtado na noite de segunda-feira, 22. A vítima contou que entregou o aparelho como garantia a um homem que ofereceu “programa” (encontro para fins sexuais mediante pagamento) com duas mulheres.

Conforme boletim de ocorrência, o garçom estava em um bar, na rua Teófilo Andrade Gama, quando o criminoso o abordou. A vítima relatou para a Polícia Civil que o homem teria dito que “mãe e filha” estariam fazendo programa, mas que o garçom teria de entregar o celular como garantia pelos serviços.

Assim que atendeu ao pedido, o criminoso fugiu, “tomando rumo ignorado”. A vítima informou que correu atrás do bandido, mas não conseguiu alcançá-lo. O garçom também relatou que não conhecia o ladrão e informou que o bar em que estava fica perto de um posto de combustíveis.


Bandidos interditam rodovia em dois sentidos para roubo

Fazendo uso de dois veículos, bandidos interditaram um pontilhão na altura do quilômetro 150 da rodovia Castelo Branco (SP-280) para roubar um comerciante de 36 anos. A vítima teve um automóvel Toyota, modelo Corolla, levado por criminosos que o perseguiram e realizaram um bloqueio.

O comerciante contou que o grupo agiu por volta das 22h50, quando ele passava no trecho do bairro Aleluia dos Tavares, no município de Quadra. De acordo com ele, os assaltantes o seguiram até o acesso a um posto de combustíveis.

O motorista dirigia no sentido interior, quando resolveu pegar um acesso para abastecer o veículo. Depois de fazer um contorno, o comerciante passou por um pontilhão. Naquele momento, ele deparou-se com um automóvel que vinha na direção contrária, de modo a impedir a passagem dele. Na sequência, outro veículo que vinha atrás bloqueou o trecho, fazendo um cerco.

Armados, os quatro homens desceram dos automóveis e ordenaram que o comerciante deitasse num matagal perto dali. Os criminosos orientaram a vítima a permanecer no local até que eles fossem embora. Quando percebeu que a quadrilha havia fugido, o comerciante correu até o posto de combustíveis para pedir socorro. Em seguida, ele acionou a Polícia Militar Rodoviária.

Além do veículo, preto, ano 2008 e com placas de Cerqueira Cesar, os bandidos fugiram com documentos do motorista. Eles levaram, ainda, um celular.


Professora reconhece homem e menor envolvidos em crime

Na tarde de segunda-feira, 22, uma professora de 45 anos reconheceu um homem de 19 e um adolescente de 17 como autores de tentativa de furto. Edvaldo Almeida da Silva e o menor são apontados como suspeitos de tentar levar a moto da educadora.

A vítima relatou o caso a guardas civis municipais que faziam patrulhamento de rotina na rua Juvenal de Campo, no centro, por volta das 14h30. Segundo a GCM, a professora afirmou que flagrou duas pessoas mexendo na motocicleta dela. O veículo é uma Honda C100, BIZ, preta, ano 2003 e com placa de Tatuí.

Durante conversa com os guardas, a mulher passou as características dos suspeitos. Em diligências, a guarnição localizou Silva e o adolescente na rua Coronel Aureliano de Camargo, também no centro. Eles teriam tentado fugir, ao notar a aproximação da viatura, com cada um tomando sentido diferente.

Conforme a GCM, Silva e o adolescente negaram envolvimento com o crime quando questionados durante abordagem. Na Delegacia Central, a vítima reconheceu os suspeitos “sem sombra de dúvida” como sendo autores da tentativa de furto.

A professora afirmou que um deles usava uma chave. No bolso do menor, os guardas teriam encontrado uma tesoura pequena. A GCM relatou que o objeto poderia ser utilizado, aparentemente, como uma espécie de chave mixa.

Por conta do reconhecimento, Silva recebeu voz de prisão e permaneceu detido. Já o adolescente foi entregue a mãe, após assinatura de termo de compromisso.


Motorista de van bate contra árvore que ‘avançou’ em via

Uma motorista de “van” escolar, de 44 anos, procurou o plantão da Polícia Civil na tarde de segunda-feira, 22, para registrar colisão. A mulher afirmou que bateu o veículo utilizado no transporte de alunos contra uma árvore situada na rua Osmil Martins, no Jardim Santa Rita de Cássia. A colisão ocorreu às 17h39, do dia 19.

A condutora alegou que o choque ocorreu quando ela tinha estacionado o veículo na frente de uma escola. Segundo a vítima, no local, há uma árvore que “avançou” para fora da calçada, invadindo o perímetro da rua, e danificou o veículo.


Emef tem muros pichados por vândalos que deixam ameaças

Funcionárias da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) “Alan Alves de Araújo” registraram vandalismo ocorrido no domingo, 21. Conforme as servidoras, os criminosos invadiram a unidade escolar e picharam muros internos. Eles teriam deixado ameaças a duas integrantes da equipe escolar.

As servidoras verificaram o vandalismo na manhã de segunda-feira, 22, informando o caso à Polícia Civil. Elas informaram que, “pelo teor das ameaças” é possível supor que os autores podem ser alunos da própria unidade.

A “Alan Alves de Araújo” é a segunda unidade de ensino depredada neste mês. No dia 8, o Cepem (Centro de Educação Pré-Escolar Municipal) “Professora Elza Orsi Avaloni” precisou ser interditado por conta de vandalismo.