Vendedor de churrasquinho é pego acusado de traficar no Jd. Gonzaga

296
Publicidade





PM/GCM

Equipe da Romu apreendeu cápsulas de cocaína e dinheiro com menores abordados no Jd. Santa Rita

 

Denúncia anônima repassada à Guarda Civil Municipal, na noite de quinta-feira, 3, resultou na detenção de um vendedor de churrasquinho. Maicon de Camargo Rodrigues, 22, recebeu voz de prisão por volta das 19h.

Ele é acusado de usar a atividade para disfarçar o comércio de drogas. A GCM chegou até o ambulante após receber informação de que ele estaria repassando entorpecentes onde vendia espetinhos.

Publicidade

Conforme a denúncia, quando o entorpecente acabava, o próprio suspeito se encarregava de buscar mais. A droga estaria escondida dentro de um muro.

Os guardas relataram que a informação dava conta de que Rodrigues pegava crack e maconha em “pequenas quantidades” para não levantar suspeitas.

Uma equipe da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) esteve no local, onde se aproximou do suspeito no cruzamento entre as ruas José Correa e Isabel Soares, no Jardim Gonzaga. Na sequência, procedeu com revista pessoal, encontrando, com ele, R$ 44 em notas.

Ao verificar o muro descrito na denúncia, os guardas encontraram 20 “eppendorfs” (tubos de plástico) contendo crack e três porções de maconha embaladas com plástico.

Na casa do suspeito, o efetivo registrou ter localizado um pote com 11 pedras de crack, no quintal, e, escondidos dentro de um travesseiro, mais uma pedra do mesmo entorpecente e três cápsulas com cocaína.

Também no dia 3, a GCM deteve outras cinco pessoas – quatro mulheres e um homem – por tráfico e associação ao tráfico de drogas. O flagrante ocorreu às 22h, na rua Quintino Bocaiúva, no Santa Cruz, após verificação de denúncia.

Os guardas receberam informação de que uma mulher repassava drogas a uma pessoa, enquanto outra fazia o papel de “olheira”. Essa segunda ficaria responsável por avisar os comparsas quanto à chegada de policiais.

Com base nos dados e nas descrições de características dos suspeitos, a GCM destacou uma guarnição da Romu para vistoriar o local.

No endereço, a equipe abordou cinco pessoas. Os suspeitos foram identificados como Lucas de Souza, 24, Musa Caeama Leme, 32, Andreia Aparecida de Lima, 18, Daiane da Silva Ferrante, 33, e outra mulher, que não teve a idade confirmada pela corporação.

Os guardas encontraram R$ 90 com Lucas e, perto de onde ele estava, duas pedras de crack. Com a suspeita de idade não informada, apreenderam R$ 170.

No imóvel em que estavam as mulheres, a equipe localizou 20 pedras de crack, que haviam sido escondidas num colchão, e uma fralda descartável com mais 21 pedras. Após revistarem a casa, os guardas encaminharam os entorpecentes e os cinco suspeitos à Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Pela manhã e à noite do dia seguinte, sexta-feira, 4, policiais militares apreenderam oito adolescentes e detiveram duas pessoas. Sete menores e dois adultos, por envolvimento em roubo, receptação e corrupção; o oitavo adolescente, por tráfico.

A ocorrência envolvendo roubo de veículo (de marca, modelo, cor, ano e placas não informados) foi registrada por volta das 7h50 e incluiu uma criança de 11 anos no meio dos envolvidos. Conforme a PM, testemunhas relataram ter visto o carro – levado no dia 3 – sendo usado no Jardim Perdizes.

No local, a equipe encontrou o veículo, os sete menores e a criança. Os jovens, com idades entre 13 e 17 anos, estavam na companhia de um homem de 45 anos, liberado após pagar fiança.

O homem é pai de uma das adolescentes, de 17 anos, e responderá por receptação. Já João Paulo Leite Antunes, 18, permaneceu detido. Ele é acusado de roubo e corrupção de menores.

A PM informou que, dos sete menores, cinco acabaram sendo autuados por ato infracional (roubo). Eles permaneceram apreendidos à disposição da Justiça. Os outros dois menores e a criança acabaram sendo liberadas a responsáveis.

A PM apreendeu, também no dia 4, outro menor de 16 anos, por tráfico de drogas. O flagrante ocorreu às 2h23, na vila Esperança, durante patrulhamento de rotina. A equipe que percorria o bairro desconfiou da atitude do adolescente. Em abordagem, localizou 162 pedras de crack.

No domingo, os militares registraram mais um flagrante. A ação resultou na prisão de Everaldo Benedito, 32. O homem é acusado de furtar uma cerâmica.

A equipe flagrou o suspeito saindo de um matagal, no bairro Guardinha, por volta das 12h30 do dia 6. Com ele, a PM encontrou 50 metros de fio de cobre e um alicate. O homem foi autuado e aguardou transferência para cadeia da região.

Na madrugada de domingo, guardas civis municipais apreenderam três menores de idade. Eles são acusados de tráfico e associação ao tráfico de entorpecentes. A ação resultou de patrulhamento de rotina no Jardim Santa Rita de Cássia.

Conforme a GCM, três pessoas tentaram fugir quando avistaram a viatura se aproximando. A equipe vistoriava a rua Salvador Scaglione e conseguiu conter, num primeiro momento, dois suspeitos. O terceiro – de idade não informada – tentou fugir em sentido oposto, mas acabou sendo contido.

Com um dos adolescentes, de 17 anos, os guardas encontraram R$ 120. Ao revistar o segundo, “não encontraram nada de ilícito”. Na rua Carlos Orsi Filho, os GCMs abordaram o terceiro suspeito. Ele teria jogado “um pequeno pacote” e entrado num terreno baldio. Lá, os guardas o abordaram e recolheram R$ 30.

Ao verificar o conteúdo dispensado pelo adolescente, os GCMs verificaram que, dentro dele, havia 28 cápsulas de cocaína. O material foi encaminhado ao plantão da Polícia Civil e os menores ficaram aguardando decisão da Justiça.


Publicidade