VE informa nova morte confirmada e 1 suspeita de Covid neste domingo

435
Publicidade
Da redação

A Vigilância Epidemiológica, pertencente à Secretaria Municipal de Saúde, comunicou em relatório divulgado na noite deste domingo, 19, ter registrado um óbito confirmado e um suspeito de Covid-19, nas últimas 32 horas. No mesmo período, o órgão ainda notificou mais 7 casos positivos, 13 suspeitos e 4 descartados.

De acordo com a VE, a morte confirmada por coronavírus é de um homem de 83 anos, que estava internado na ala de isolamento da Santa Casa de Misericórdia. Já o óbito com suspeita da doença é de uma mulher de 68 anos, que estava na UTI do hospital público. O boletim não informa o local de sepultamento deles.

Segundo a VE, os novos casos positivos são de um homem e seis mulheres. Já os casos suspeitos são de seis homens e sete mulheres. O relatório não indica o quadro de saúde dos 20 pacientes e se algum deles necessitou de internação. O sexo das pessoas que testaram negativo também não é informado na nota.

A ocupação de leitos clínicos de internados por Covid-19 ou suspeitos na Santa Casa é de 36%, e a ocupação da UTI por pacientes com Covid-19 ou casos suspeitos, de 60%.

Estão internados, na Santa Casa, 14 pacientes, sendo seis na UTI, com quadros que inspiram cuidados (quatro positivos e dois suspeitos), e oito no isolamento, com quadros estáveis (três positivos e cinco suspeitos, aguardando resultado dos testes).

Publicidade

No hospital particular, estão cinco pacientes, sendo três na UTI, com quadros inspirando cuidados (dois positivos e um suspeito). No isolamento, com quadros estáveis, estão dois pacientes com suspeita da doença.

Até a divulgação do relatório, às 19h20, o município possuía 3.366 notificações da doença, sendo 444 casos suspeitos aguardando resultado dos testes, 2.163 descartados e 759 positivos.

Dos casos confirmados, 645 pacientes estão recuperados, 34 morreram e 80 ainda estão em tratamento, sendo nove internados em hospitais e 71 em casa. Dos casos suspeitos, além de dois óbitos, 442 estão em tratamento: dez em hospitais e 432 em casa.

Publicidade