Titular não acredita em realização do 64º Jogos Regionais neste ano

Tradicionalmente realizado no mês de julho, evento ainda foi reagendado

250
Seleção de futebol sub-20 comemora o título nos Jogos Regionais em 2019 (Foto: AI Prefeitura)
Publicidade
Da reportagem

Para o secretário municipal do Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, Cassiano Sinisgalli, são pequenas as possibilidades de a Secretaria Estadual de Esporte promover o 64o Jogos Regionais em 2020.

As competições, tradicionalmente, são realizadas no mês de julho, para que coincidam com as férias estudantis e as escolas possam ser utilizadas como alojamentos ou instalações esportivas.

No entanto, devido à pandemia, assim como as aulas nas unidades escolares foram suspensas ainda em março, a realização das competições em todas as oito regiões esportivas do estado (Tatuí pertence à oitava região) foram adiadas.

O titular da pasta revelou à reportagem de O Progresso que a secretaria estadual está contatando os municípios para saber a situação de combate à Covid-19 e se ainda têm interesse em disputar os Jogos Regionais ainda neste ano.

“A secretaria está fazendo essa pesquisa com os municípios, mas, até o momento, não há qualquer definição de data ou modelo de disputa”, declarou Sinisgalli.

Publicidade

Conforme o secretário, além da mudança de data de realização do evento esportivo, extraoficialmente, é estudada a opção de alteração no modelo de disputas. Segundo ele, as competições devem deixar de ser promovidas diariamente, podendo ser fracionadas em até quatro finais de semana.

Ele sustenta que, quando os Jogos Regionais puderem ser realizados, os estudantes terão retomado as aulas do ano letivo, impossibilitando que as escolas sejam utilizadas como alojamento aos atletas. “É uma tentativa de um novo modelo para que o evento possa ser realizado ainda neste ano”, aponta.

No entanto, Sinisgalli afirma ter conversado com outros secretários de municípios da região e, segundo ele, “poucos enxergam viabilidade no possível novo formato”.

“Também não vejo como um formato fácil, devido à logística de cada município possuir várias equipes de diversas modalidades, mas não haver alojamentos”, opina o titular.

Neste ano, tanto os Jogos Regionais como os Abertos, da oitava região esportiva, estão pré-agendados para Sorocaba. Conforme Sinisgalli, os atletas tatuianos poderiam se deslocar diariamente, porém, seria desgastante para esportistas de outros municípios.

“Há cidades mais distantes de Sorocaba, das quais os atletas teriam que viajar de madrugada para disputarem as competições pela manhã”, exemplifica.

De acordo com Sinisgalli, a secretaria estadual analisa a possibilidade de promover os Jogos Regionais em outubro e os Abertos – tradicionalmente realizado em outubro -, em dezembro. Para o secretário, são datas complicadas.

O titular aponta as eleições municipais, em novembro, como um dos fatores que dificultariam a realização das competições no último trimestre do ano. Em dezembro, ele cita como empecilhos o Natal e o recurso menor, pois as prefeituras têm de pagar o 13o salário aos funcionários públicos.

“É um mês complicado. Além do 13º salário na folha de pagamentos, há muitos atletas que trabalham no comércio e, devido ao Natal, o expediente deles acaba sendo estendido”, argumenta.

Na próxima semana, Sinisgalli deve reunir-se com os coordenadores do Departamento Municipal de Esporte, pertencente à pasta, para traçar o cronograma do segundo semestre, colocando os Jogos Regionais em pauta.

Entretanto, ele reconhece a dificuldade para se preparar os atletas, pois todas as atividades e treinamentos presenciais do DME estão suspensas há quase quatro meses. “Planejamos retomar as atividades na segunda quinzena de agosto, se possível”, revela.

“Ainda precisamos ver se os nossos atletas desejam participar dos Jogos Regionais. Além disso, não seria um período adequado para preparar atletas e equipes para competirem em outubro”, complementa Sinisgalli.

Por fim, o secretário argumenta citando o “Plano São Paulo” do governo estadual para a retomada econômica. Neste momento, Tatuí, Sorocaba – sede dos eventos esportivos – e diversas cidades da região estão na “fase vermelha”.

“Acredito ser mais sensato a secretaria estadual deixar para o ano que vem. As competições não terão o mesmo impacto se forem realizadas nestes possíveis formatos e ainda com a necessidade de não haver presença de público”, afirma.

“Acredito que, neste ano, não haverá edição dos Jogos Regionais. Entendo que há mais pontos negativos do que positivos, porém, continuaremos aguardando uma definição da secretaria estadual”, concluiu Sinisgalli.

Publicidade