Tatuí ganha 400 novas mudas de árvores pela ‘Hora Verde’

    Ação ocorreu simultaneamente em mais 10 cidades da região

    131
    Autoridades locais compareceram ao plantio oficial na Avenidas das Mangueiras (foto: Eduardo Domingues)
    Publicidade
    Siltec

    Na véspera do Dia da Árvore, celebrado neste sábado, 21, a prefeitura, pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, promoveu a ação “Hora Verde”, com o plantio simultâneo de cerca de 400 mudas de espécies variadas em diversos pontos da cidade.

    O plantio oficial aconteceu na avenida Cônego João Clímaco, a Avenida das Mangueiras, onde a prefeita Maria José Vieira de Camargo contou com o auxílio dos secretários municipais de Agricultura e Meio Ambiente, Célio José Valdrighi, e de Obras e Infraestrutura, Marco Luís Rezende, para realizar o plantio de uma muda de mangueira.

    O evento foi acompanhado pelos secretários municipais Tirza Luiza de Melo Meira Martins (Saúde), Renato Pereira de Camargo (Negócios Jurídicos), Walter dos Santos Júnior (Fazenda e Finanças), José Roberto Xavier da Silva (Segurança Pública e Mobilidade Urbana) e Alessandro Bosso (Trabalho e Desenvolvimento Social).

    Ainda estiveram presentes: o comandante da Guarda Civil Municipal, Antonino José Rodrigues da Costa; os diretores municipais da Mobilidade Urbana e Segurança Pública, Yustrich Azevedo Silva e Francisco Carlos Severino; e representantes da prefeitura e da Secretaria Municipal Agricultura e Meio Ambiente.

    A ação foi inspirada pela “Hora do Planeta”, que incentiva a população mundial a apagar as luzes durante uma hora, uma vez ao ano, para alertar sobre as questões ambientais globais.

    Publicidade
    Siltec

    A prefeita ressaltou a importância de a ação estar envolvendo outras dez cidades da região de Tatuí, que integram o Comitê de Bacia Hidrográfica Sorocaba e Médio Tietê (CBH-SMT): Iperó, Porto Feliz, Itu, Sorocaba, Ibiúna, Mairinque, Cerquilho, Boituva, Piedade e Salto de Pirapora.

    Em Tatuí, participaram da iniciativa escolas da rede municipal de ensino, unidades básicas de saúde (UBSs), unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Tatuí (Apae) – que participou pela primeira vez da ação social -, Faculdade de Tecnologia de Tatuí “Prof. Wilson Roberto Ribeiro de Camargo” (Fatec), Escola Técnica Estadual “Sales Gomes” (Etec), Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Tatuí (Estação Experimental), Projeto Envelhecer com Qualidade de Vida (do Fundo Social de Solidariedade de Tatuí), Núcleo de Educação Ambiental do Parque Municipal Ecológico “Maria Tuca”, Polícia Militar Ambiental, Guarda Civil Municipal) e Faculdade de Ensino Superior Santa Bárbara (Faesb)

    Ainda cooperaram empresas locais, como: Ford do Brasil, Yazaki do Brasil, Autoparts – FBA, Lopesco, Cooperativa de Consumo (Coop), Guardian, Shigueno, Hotel Del Fiol, Unimed, Hubbell, Rede Caetano e Gramas Xavier.

    De acordo com Valdrighi, as escolas da rede municipal fizeram o plantio dentro das próprias unidades. Ele informa que a Etec, em conjunto com a Estação Experimental, realizou o semeio de 40 mudas.

    Já no Parque “Maria Tuca”, foram plantadas 50 mudas de árvores, em parceria com os integrantes do Projeto Envelhecer com Qualidade de Vida, do Fusstat, que realiza as atividades no local. Esse plantio de espécies diversas ocorreu no entorno do lago, com o intuito de contribuir com a biodiversidade do local.

    Todas as mudas plantadas foram cedidas pela equipe do Viveiro Municipal de Mudas Florestais, pertencente à Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente.

    Com essa ação social, o Setor de Educação Ambiental pretende “conscientizar os munícipes para os benefícios do plantio de árvores, fomentando o aumento da arborização local”.

    Segundo a supervisora do setor e coordenadora da ação, Karina Camargo de Sousa, cada plantio tem uma finalidade distinta, com o intuito de “abranger todos os benefícios que uma árvore é capaz de promover à população, como, por exemplo, proteção das águas, cobertura vegetal, manutenção de patrimônio cultural, paisagismo, melhoria de espaço público e abrigo da biodiversidade”.

    Para o próximo ano, Valdrighi revelou que pretende ampliar o “Hora Verde” aos empresários. “Esperamos que todo empresariado possa participar do plantio, para fortalecer ainda mais o projeto”, expôs.

    O titular da pasta frisou ser preciso incentivar o plantio de árvore no município. “Que essa responsabilidade não fique somente na mão da prefeitura, por isso incentivamos a população a começar a trabalhar em conjunto”, concluiu Valdrighi.

    Publicidade
    Siltec