Show une Jazz Combo do CDMCC e Hercules Gomes no ‘Procópio Ferreira’

166
Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia





AI Conservatório / divulgação


Reconhecido nacionalmente, Hercules Gomes faz show especial na noite desta terça-feira, 10

 

O pianista Hercules Gomes faz show especial frente à Jazz Combo do Conservatório de Tatuí nesta terça-feira, 10. A apresentação será a partir das 20h30, no teatro “Procópio Ferreira”, à rua São Bento, 415.

Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia

Os ingressos custam R$ 12 (R$ 6 meia-entrada), e podem ser retirados na bilheteria do teatro, momentos antes da apresentação.

Com coordenação de Paulo Flores, a Jazz Combo do Conservatório de Tatuí recebe Gomes pela primeira vez.

O pianista, reconhecido nacionalmente pelo talento, conforme a assessoria de comunicação da escola de música, “tem história de vida comovente: de origem humilde, vencendo batalhas à frente do piano, é mais do que exemplo de superação. Ele é tido como um ‘ás’”.

Gomes “carregou muito piano” antes de sentar-se em um. Ao decidir prestar vestibular para cursar música na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), percebeu que não sabia 30% do que deveria saber, ainda segundo a assessoria.

As greves do ensino em Vitória o fizeram sair do colégio sem preparo para encarar a concorrência.

“Para dar dois passos à frente, então, decidiu dar um atrás e deixou as partituras para estudar física, matemática e língua portuguesa o dia todo, todos os dias”, segue a assessoria.

Conseguiu uma das vagas e mudou-se de Vitória para São Paulo, pronto para viver com R$ 150 que a mãe lhe mandava do Espírito Santo, mais R$ 35 de bolsa-transporte e dos almoços de um “bandejão”.

Chegava mais cedo e saía mais tarde das aulas para poder usar o piano da universidade, já que o instrumento do quarto dele atrapalhava o sono dos parceiros de república.

O sacrifício valeu mais que a pena. Gomes, que está lançando o CD “Pianismo”, já é consagrado pianista e compositor. Bacharel em piano pela Unicamp, apresentou-se em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil e no exterior.

No ano passou, ganhou o 11o “Prêmio Nabor Pires de Camargo”, promovido pela Fundação Pró-Memória de Indaiatuba, em homenagem ao importante compositor natural da cidade.

Em seu CD “Pianismo”, “demonstra fortes influências de ritmos brasileiros, jazz e da música erudita aliadas a uma técnica refinada, traduzindo ao piano seu universo sonoro”.

Com seis composições próprias e seis arranjos para músicas de compositores como Edu Lobo, Hermeto Pascoal e Ernesto Nazareth, o CD traz fotografias panorâmicas do piano brasileiro com “muito ritmo e lirismo”.

Em Tatuí, Gomes apresentará obras dele (“Allegro em 3”, “Apucarana”, “Dança do Corrupião”, “Frevo de Sá”, “Platônica”, “Figueira”), de Pixinguinha (“Ainda me Recordo”) e Radamés Gnattali (“Zanzando em Copacabana”).

Parte das composições será apresentada em piano solo, outra com a formação completa da Jazz Combo do Conservatório de Tatuí e algumas, ainda, com formação reduzida do grupo.

Para Flores, que assina os arranjos das obras a serem apresentadas com o grupo, “é uma honra”. “É um trabalho lindíssimo, cheio de nuances e sutilezas”, disse.

Pianista e compositor, Gomes é natural de Vitória (Espírito Santo). Iniciou estudos aos 13 anos como autodidata e, pouco depois, já tocava em bandas do cenário musical capixaba.

Estudou na Escola de Música do Espírito Santo (a então Emes) e, posteriormente, ingressou no curso de música popular na Unicamp, onde se formou bacharel, tendo estudado com os professores Paulo Braga, Hilton Valente (Gogô) e Sílvio Baroni.

Apresentou-se em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil e no exterior, como o XV “CCPA Jazz Festival”, em Assunção (Paraguai); o 25o “Festival Internacional Jazz Plaza”, em Havana (Cuba), o Festival Brasil Instrumental, em Tatuí, e o Cascavel Jazz Festival, em Cascavel (Paraná).

Foi premiado nos festivais Fampop (Avaré), Americanta (Americana) e no Concurso de Piano Guiomar Novaes.

Em abril de 2012, foi o vencedor do 11o Prêmio “Nabor Pires de Camargo – Instrumentista”, promovido pela Fundação Pró-Memória de Indaiatuba, em homenagem ao importante compositor natural da cidade.

Já participou de trabalhos com músicos de renome, como Arismar e Thiago do Espírito Santo, Vinicius Dorin, Michel Leme, Sizão Machado, Wilson das Neves, Amoy Ribas, Guga Stroeter & Orquestra Heartbreakers, Alessandro Penezzi, Peter Friestedt e outros.


Publicidade
Fabio Villa Nova
Antuerpia