Seleções

312
Publicidade





O campeonato brasileiro de seleções era uma disputa muito aguardada pelos torcedores. Afinal, os melhores estavam nas seleções dos Estados. Além disso, era uma maneira de poder observar os craques fora do, então, domínio do futebol, que era o eixo Rio-São Paulo. Com pouca visibilidade, outros Estados tinham, então, a possibilidade de mostrar seu futebol a todo o país.

O meia Dida, por exemplo, que se tornaria um dos mais importantes craques da história do Flamengo, foi visto desta forma, defendendo a seleção de Alagoas, seu Estado natal.

A foto mostra a seleção paulista no estádio do Pacaembu, em 1954, ano em que levou o título. Em pé: Alfredo Ramos, De Sordi (ambos do São Paulo), Hélvio (Santos), Laércio (Palmeiras), Djalma Santos (Portuguesa de Desportos) e Roberto Belangero (Corinthians).

Agachados: Julinho (Portuguesa de Desportos), Luizinho (Corinthians), Humberto, Jair Rosa Pinto (ambos do Palmeiras) e Tite (Santos).

Publicidade

Campeonato disputado oficialmente desde 1923, que durou até 1963. Foi, por longo tempo, o mais importante do futebol do país. Depois, perdeu interesse. Cariocas foram os que mais ganharam, levando 13 títulos. Histórias do futebol.

NOTA: As fotos são do arquivo pessoal do autor, que data de 50 anos. Ele, como colecionador e historiador do futebol, mantém um acervo não somente de fotos, mas de figurinhas, álbuns, revistas, recortes e dados importantes e registros inéditos e curiosos do futebol, sem nenhuma relação como os sites que proliferam sobre o assunto na rede de computadores da atualidade


Publicidade